Dicas para escrever bem

O e-mail veio assinado por um professor da Unicamp; não sei se o texto é mesmo dele, eu já recebi um igualzinho, só que em inglês. Mas as dicas são ótimas.

30 dicas para escrever bem:

1. Deve evitar ao máx. a utiliz. de abrev., etc.
2. É desnecessário fazer-se empregar de um estilo de escrita demasiadamente rebuscado. Tal prática advém de esmero excessivo que raia o exibicionismo narcisístico.
3. Anule aliterações altamente abusivas.
4. não esqueça as maiúsculas no início das frases.
5. Corra dos lugares-comuns como o diabo foge da cruz.
6. O uso de parênteses (mesmo quando for relevante) é desnecessário.
7. Estrangeirismos estão out; palavras de origem portuguesa estão in.
8. Evite o emprego de gíria, mesmo que pareça nice, sacou??… então
9. Palavras de baixo calão, porra, podem transformar o seu texto numa merda.
10. Nunca generalize: generalizar é um erro em todas as situações.
11. Evite repetir a mesma palavra pois essa palavra vai ficar uma palavra repetitiva. A repetição da palavra vai fazer com que a palavra repetida desqualifique o texto onde a palavra se encontra repetida.
12. Não abuse das citações. Como costuma dizer um amigo meu: “Quem cita os outros não tem idéias próprias”.
13. Frases incompletas podem causar
14. Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formas diferentes; isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez, ou por outras palavras, não repita a mesma idéia várias vezes.
15. Seja mais ou menos específico.
16. Frases com apenas uma palavra? Jamais!
17. A voz passiva deve ser evitada.
18. Utilize a pontuação corretamente principalmente o ponto e a vírgula pois a frase poderá ficar sem sentido especialmente será que ninguém mais sabe utilizar o ponto de interrogação
19. Quem precisa de perguntas retóricas?
20. Conforme recomenda a A.G.O.P, nunca use siglas desconhecidas.
21. Exagerar é cem milhões de vezes pior do que a moderação.
22. Evite mesóclises. Repita comigo: “mesóclises: evitá-Ias-ei!”
23. Analogias na escrita são tão úteis quanto chifres numa galinha.
24. Não abuse das exclamações! Nunca!!! O seu texto fica horrível!!!!!
25. Evite frases exageradamente longas pois estas dificultam a compreensão da idéia nelas contida e, por conterem mais que uma idéia central, o que nem sempre torna o seu conteúdo acessível, forçam, desta forma, o pobre leitor asepará-Ia nos seus diversos componentes de forma a torná-Ias compreensíveis, oque não deveria ser, afinal de contas, parte do processo da leitura, hábito que devemos estimular através do uso de frases mais curtas.
26. Cuidado com a hortografia, para não estrupar a lingua portuguêza.
27. Seja incisivo e coerente, ou não.
28. Não fique escrevendo (nem falando) no gerúndio. Você vai estar deixando seu texto pobre e estar causando ambigüidade, com certeza você vai estar deixando o conteúdo esquisito, vai estar ficando com a sensação de que as coisas ainda estão acontecendo. E como você vai estar lendo este texto, tenho certeza que você vai estar prestando atenção e vai estar repassando aos seus amigos, que vão estar entendendo e vão estar pensando em não estar falando desta maneira irritante.
29. Outra barbaridade que tu deves evitar tchê, é usar muitas expressões que acabem por denunciar a região onde tu moras, carajo!… nada de mandar esse trem… vixi… entendeu, bichinho?
30. Não permita que seu texto acabe por rimar, porque senão ninguém irá agüentar já que é insuportável o mesmo final escutar, o tempo todo sem parar.

 

Pratique mais:
Nova ortografia do português

Anúncios

18 respostas em “Dicas para escrever bem

    • Oi Chris,
      bem vinda!
      Esse texto, na verdade, é um daqueles que circulam pelo ciberespaço sem um autor definido. Eu o tinha guardado nos meus arquivos, só que em inglês. Quando eu não sei quem é o autor, eu sempre menciono que recebi via e-mail (ou coisa parecida) e, se o dono aparece, eu incluo os devidos créditos. É um texto muito bacana mesmo, né? E bem verdadeiro…
      abraço!

  1. Muitíssimo obrigado pelas dicas, estva precisando realmente disso. Direto, voce esclareceu todas as minhas dúvidas.

  2. Monica
    O texto é muito bom e oportuno, sintetiza com humor e exemplificando a um só tempo, o ato de escrever. Alguns erros nele citados, às vezes são opções de escrita vistos com frequência no meio virtual, onde a informalidade é comumente forçada: as pessoas talvez desejam se tornar mais simpáticas e/ou mais próximas com isto. Até aí, admite-se, ninguém veste fraque vinte e quatro horas por dia! Argh!!!

    Concordo em não exagerar no rebuscado, pois em algumas ocasiões, torna-se aborrecido e incompreensivo!

    Entretanto, baseando-nos em fatos mais recentes, neste ano de 2011, vamos tentar um equilíbrio?!
    Quem sabe, ou melhor, quem domina bem determinados assuntos e os escreve com categoria, não se deve sentir coagido por medo de como será examinado por outros! existe até ‘bullying’ nestes casos, são ‘nerds’, ‘retrógrados’, há situações até de EXCLUSÃO em alguns grupos em Universidades. Porventura, terão de regredir forçosamente pela opinião da sociedade atual?
    Ou… será melhor espelharmo-nos em quem sabe melhor que nós? Nosso ensino está digno de ser referência, não me refiro aos docentes,mas aos discentes mesmo?! pode servir de parâmetro para quem deseja exercer quaisquer profissões, de maneira competente?
    Imaginemos duas simples hipóteses: um médico faz suas prescrições ou laudos, e em apenas um documento você observa cinco erros gramaticais, outro exemplo, um engenheiro ou arquiteto, faz seu projeto no qual as quotas estão certas mas o como escrever as unidades de medida, suas convenções, é uma vergonha! Convenhamos não é questão neste caso de desconfiar na capacidade do profissional, mas que denigre sua imagem, claro que sim!!!

    Pelo visto recentemente, quem souber melhor seu idioma, deverá involuir para se equiparar com a cultura dominante, que merece nossos pêsames!

    Quem sabe deve se sentir envergonhado ‘é narcisista’, e quem não sabe… pode estar ‘in’, mas… não está ‘up’!!!

    Não estamos em sala de júri, mas não precisamos descer muito, o idioma pátrio, sem dúvida será sepultado em breve! haja visto os desmando da própria ABL!.
    Abraços

    • Também achei o texto muito divertido, Vanilda. Eu conhecia em inglês, agora não sei qual veio primeiro, este aqui ou o que eu já tinha. Mas não tem problema, né, diverte do mesmo jeito! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s