Dançando na estação

 

Acho que é preciso ter uma deficiência de senso de humor em proporções transamazônicas para não achar essa moda de ‘interferências urbanas’ no mínimo divertida. Seja a onda dos Free Hugs (Abraços Grátis), as vaquinhas do Cow Parade ou o movimento Improv Everywhere (lembra das ‘estátuas’ na Grand Central Station em Nova York?), esses pequenos momentos inusitados de descontração podem  não servir mesmo pra muita coisa, mas certamente dão um refresco mais do que bem vindo na correria de quem enfrenta a doidolândia das grandes cidades.

E é claro que alguém ainda ía arrumar um jeito de ganhar dinheiro com isso. Uma empresa de telefonia celular lançou a campanha Life’s for Sharing (A vida é para compartilhar), levando 400 dançarinos de todas as idades pra balançar o esqueleto no saguão da estação de Liverpool Street, no centro de Londres, na semana passada. Quem passava por lá sem saber de nada e não estava de câmera ou celular na mão filmando tudo acabou entrando na festa de dois minutos e meio e arriscando seus passinhos também. Enquanto isso, dez câmeras escondidas registravam a cena pra depois virar um comercial da empresa (o making of de toda a operação está aqui). Quando acabou, cada um seguiu seu caminho.

Eu adorei e fiquei querendo mais. E nem vem fazer essa cara de ‘ai, Mônica, que coisa mais ridícula’ não, que eu vi seu pezinho mexendo aí debaixo da mesa. E aposto que depois você ainda saiu pela sala fazendo o mashed potato, pode confessar…

 

Pra você dançar também:
As animações de Diego MacLean

Anúncios

22 respostas em “Dançando na estação

  1. Esse é um dos muitos motivos que me fazem adorar essa cidade. E eu estive aí com o Murilo ‘outro dia’, nós dois puxando mala a caminho do hotel, e nem um showzinho desses pra animar a gente pra empreitada que nos aguardava… 🙂

    bisous

  2. Luigi,

    eu também queria ter visto uma coisa dessas ao vivo e a cores, deve ter sido show demais. No ‘making of’ eles falam que os ensaios aconteceram por volta das 2 da manhã, já imaginou? 🙂

    bisous

  3. Adorei o vídeo.
    E escolheram a estação perfeita, pois não é uma estação do circuitão turístico e vive cheia com o pessoal sisudo que trabalha na City… Algo parecido quando lá chegamos teria sido benvindo para aliviar o peso daquele meu “baú com rodinhas”…

    • Mu,

      e às 11 da manhã, só devia dar gente da City mesmo, né, em pleno dia de semana… Se tivéssemos pegado uma performance dessa, a gente nem teria se importado de ter descido na estação ‘errada’ (lembra, a gente tinha que ir pra Aldgate) e andado aquele tanto até o hotel, rsrs…

      kisses

    • E deve ter dado um trabalhão organizar tudo, né? Foram milhares de candidatos pra testar, toda a logística pra preparar, inclusive ficar escondendo as câmeras, ensaiar de madrugada pra ninguém ver… Mas é empolgante e as músicas são ótimas!

      beijoca

  4. Pois é, eu fiquei aqui pensando que eles bem que podiam ter feito isso quando eu estava lá… Também fiquei na maior vontade! Adorei a senhora com sacola na mão, no maior embalo! 🙂

    bisous

  5. Muitíssimo legal,
    mas só consegui pensar na cena do filme Madagascar, quando os bichos são cercados pela polícia na estação de trem e a velhinha dá uma surra no leão. Ter criança em casa é isso, transformam e mudam a nossa “visão de mundo”. Fiquei só esperando uma velhinha dessas descendo o porrete num desses bailarinos …

  6. Putz, só mesmo com as meninas pra você pensar em Madagascar, kkk… A velhinha provavelmente estava pensando como o rei: “Eu me remexo muito!!!” 😛

  7. Mônica,
    vontade de estar lá e balançar o esqueleto também!
    Muito melhor do que qualquer dessas escolas de samba que vão infernizar nossas vidas nos próximos dias.
    Sem comissão de frente, sem mestre sala e porta bandeira, mas, faça-me o favor, quanta energia, criação e alegria!
    Gostei!
    Besito,

    Stélio

    PS: uau, que ibope neste “quesito” ! ! !

  8. Stélio,

    já fui de prestar mais atenção a carnaval e desfiles, hoje eu acho tudo meio apelativo demais para o meu gosto, mas vou te confessar que eu acho escola de samba uma coisa do outro mundo – e olha que meu samba no pé nem é dos piores da praça… Mas é um espetáculo único e em comum com essa farra em Liverpool Street tem o fato de que tem gente de todas as idades, todas se divertindo no melhor estilo ‘estou dando o melhor de si para contentar nossa imensa torcida’.

    E não é isso que é bacana? Você vai à Sapucaí e vê a Mangueira (linda e verde e rosa), vai a Londres e vê uma coisa sensacional dessas saindo do nada. Em Dublin eu assisti Riverdance e quase subi no palco pra sapatear com eles, é realmente contagiante. Aí vai ao ensaio do Olodum e baba. Isso é que dá a graça no mundo, né não?

    Como diria o ‘seo’ Pedro, gente é que nem sorvete, tem de diversas qualidades. Mas, como você pode ver pelo número de comentários, ninguém resiste e ignora, mesmo que não saia exatamente pela sala fazendo o ‘mashed potato’. Sei lá, vai ver está no DNA da gente. O bicho-homem devia estar fazendo melhor uso desse potencial, não acha? 🙂

    bisous

  9. Olá Mônica,

    Que projeto interessante. Fiquei imaginando se fizessem o mesmo no Brasil. Obviamente, com música brasileira. Se é numa sexta-feira, 18.30, estação de metrô da Sé-SP, Central do Brasil-RJ ou Vilarinho-BH é bem possível que não dure apenas 2.30 minutos. hehehe…
    Abs. Ronaldo.

  10. Com certeza, Ronaldo! E se for em Salvador, passa um trio elétrico e o pessoal já emenda pro Farol da Barra! Ía ser muito legal, né? O bom da estação de Liverpool Street é que ela não é no lado mais turístico da cidade, quase todo mundo que circula por ali é ‘nativo’. Se fosse numa mais badalada, seria uma loucura!!!

    abração!

  11. Monica, na Alemanha passa um outro filme dessa campanha, que eu acho lindo tb. Uma chuva de pétalas de rosa, que as pessoas comecam a ver pela janela, as leva pra rua. E a tv pode esperar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s