Curtas e rentes

– Primeiro a vida lhe deu limões e ele fez uma limonada. Depois deu laranjas e ele fez uma laranjada. Aí a vida lhe deu um cágado.

Caminhão com álcool tomba na Grande BH. Tenho certeza não, mas acho que é a primeira vez que eu ouço falar de um caminhão bêbado.

– Tem show do Metallica em Porto Alegre e São Paulo no final do mês, êba. Eu vou. Com os que ficam.

– O filme brasileiro ‘Salve Geral’ saiu da corrida pelo Oscar. Fala sério – saiu? Então eles achavam que tinha entrado?

– Ouvi dizer que vai ter Fórmula Indy nas ruas de São Paulo, quando as águas de março fecham o verão. E usando trechos da Marginal, pra ser mais exata. É isso mesmo? A mesma marginal que vira um rio toda vez que chove um pouquinho mais forte? Só se convidaram o Moisés pra pilotar o pace car, pra ir abrindo caminho nas águas…

– Será que o Caetano ainda acha que o Haiti é aqui?

– Eu, entrando na garagem do escritório, de repente ouço aquela buzina irritante de moto 125cc e o cara passa por mim, levanta a viseira e grita “ê, dona Maria!”. Vamos recapitular: eu estou na pista da direita, dando seta pra entrar à direita, e um idiota numa moto quer passar entre o meu carro e os carros estacionados, numa direita mais à direita do que a direita onde estou. Oi? E nem mesmo acertou o meu nome!

– É impresão minha ou o diretor de cinema Danny Boyle foi feito da mesma forma genética que a Susan Boyle?

– Perdi quase 1,5kg em pouco mais de 10 dias. A moça do meu lado diz: ‘Não fala que perdeu não, senão depois você acha!’ Tem mesmo gente doida nesse mundo. Se o simples fato de falar ‘perder’ me fizesse achar depois, eu já teria encontrado minha cruzinha celta há muito tempo.

– A vizinha me liga desesperada:
‘Tem um monte de baratas aqui na garagem!’
‘Eu sei, é que o pessoal da dedetização veio agora mesmo. Daqui a pouco a faxineira vai chegar e limpar tudo.’
‘Mas como é que eu entro no prédio? Essas baratas estão mortas?’
‘Não. Estão só dormindo. Entre quietinha na ponta dos pés que elas não acordam.’
Não. Eu não disse isso. Mas bem que a língua ficou coçando.

 

Águas passadas…
Dominguinhas
Um, dois e já
Borrifos
Borrifos de opinião
Responda depressa

Anúncios

17 respostas em “Curtas e rentes

    • hahaha! Úia, e não é que eu nem me lembrei do nome do seu blog? 😀
      Taí, nem todo limão vira limonada (uns viram caipirinha direto), então o mesmo deve acontecer com os cágados, né???
      Aliás, perguntinha curiosa e enxerida: por que Cágado Xadrez?

      • Vou responder: Um cágado xadrez é um incongruência, assim como elefante de pijamas, e tantas outras. As incongruência, quando chamadas no Google, ou não são encontradas, ou são as primeiras da lista quando as imagens já foram tornadas côngruas – 🙂 – por alguém. As pessoas (por incrível que pareça) associam idéias de forma lógica embora vivam de forma analógica. “Eu tinha uma tartaruga chamada Abertura…” (no fim da ditadura era o nome de um pequeno e proscrito jornal)… e eu realmente tinha um pequeno cágado que morreu engasgado por um botão; o jornal foi fechado por muitos botões, e quase me rendeu um xadrez. Portanto o nome do blogue “O Cágado Xadrez” nasceu da união deste passado nostálgico com uma pequena análise da lógica de criar nomes ou procurá-los.
        O mesmo se aplica à Romacof (que o Google insiste em me alertar que eu quiz dizer Romaco), mas esta já outra história.

  1. Não me fala em barata senao eu lembro da Lola… aquela la tem pé frio com esses bichos.
    Aqui na minha city é infestação de caramujo africano quando chove!!!
    É sal pra la. pra cá…. Um nojo!!! Um cara resolveu criar eles pra vender que nem escargot, mas depois descobriu que eles sao venenosos!!! Arg!!!!!!!!!! E sequer tentou eliminar a cultura! Abandonou o criatorio! Tem gente enchendo a sacola e levando pro incenerador !!!
    bjos!

    • Vixe, quem é vivo sempre aparece!!! 🙂
      Pois é, se a Lola tivesse me visto de vassoura em punho, dando uma força pra faxineira, pisando e ‘vassourando’ as baratas agonizantes pra adiantar o serviço, teria tido um troço – foi um verdadeiro genocídio, coisa pro tribunal de Haia deliberar.
      Nunca vi caramujo africano, mas escargot é o tipo da coisa que não faz a minha cabeça, ou melhor, o meu estômago. Deviam incinerar o dono do criadouro!!!
      bjk

  2. aaah, essa de que não pode faar “perder peso” já ouvi de monte dum cara que acredita em programação neurolinguística, que diz que as plavras têm o poder de fazer as coisas acontecerem – ou algo assim. entrava por um ouvido e saía pelo outro, o que ele dizia.

    • O que mostra bem o poder das palavras… dele!!! 😀
      Esse povo me mata de rir.
      Mas só figurativamente falando, viu, vai que os neurolinguistas ficam achando que é matando mesmo?!

  3. “Não. Eu não disse isso. Mas bem que a língua ficou coçando.”

    HUAHUAHUAHUA!!! Pois uma das minhas resoluções de ano novo (é, ainda tem quem faça isso) é justamente não perder mais a deixa, o azar é do goleiro. E eu estou cumprindo a resolução, no melhor estilo “Seu Saraiva”!

    Depois vou contar a primeira dessas que eu “cometi” este ano. Assim que me desbloquearem.

    • Você está bloqueado no seu blog?
      Não conseguiu resolver a confusão por lá? Ah, essas tecnologias às vezes nos dão a maior dor de cabeça…
      Pois eu fiz a resolução oposta: segurar a língua! 😀

      • Pois é, primeiro eu pedi para realizarem uma atualização de uma versão problemática do WordPress para uma versão segura e os caras removeram a segura e reinstalaram a problemática, o que me deixou 72h fora do ar.

        Depois eu pedi para fazerem uma alteração nas configurações do WordPress para poder instalar um outro aplicativo e os caras alteraram todas as URLs do blog e deixaram com permissão de escrita um arquivo que tem que ficar protegido contra gravação. Imagina: sete meses de divulgação perdidos e de brinde uma porta de segurança permanentemente aberta.

        Agora eu pedi para eles arrumarem tudo de novo, mostrei o link com a página do wordpress.org que ensina passo-a-passo a fazer a alteração correta e dei duas opções de configuração para eles escolherem a que acharem mais fácil e segura. Pode até ser que eu ainda tenha que perder todas as URLs, mas pelo menos não vou ficar com uma porta aberta por onde poderiam entrar vírus e cavalos-de-tróia.

        Não é uma piada heróica eu ter que ensinar a equipe de suporte sobre como funciona o software com que eles lidam diariamente? 😛

      • Ah, sim: eu cansei de segurar a língua. adotei a “Filosofia Seu Saraiva de Pergunta Imbecil, Tolerância Zero”. 🙂 Mas eu só faço isso quando eu sinto que alguém está de maldade, porque fazer isso contra quem está conversando numa boa é muito desagradável.

  4. Olá moça das cronicas, gostaria de deixar registrado que seu blog é muito show e já guardei nos favoritos. Gostaria que vc desse uma olhada no meu blog e desse umas dicas, pois vi que seus arquivos são de velhas datas. Te agradeceria muito se vc desse uma olhada e me sugerisse algo que possa melhorar e se está bom. estou começando e uma dica sua será bem vinda.
    meu blog é http://ohomemfullgas.blogspot.com

    • oi Dinho,
      nem tão velhas datas assim, né… 🙂
      Depois passo lá no seu blog e deixo minhas impressões (digitais!)
      Obrigada pela visita e pela ‘favoritada’!

  5. Sabe que aqui no prédio aconteceu a mesma coisa? De repente, no meio da tarde, ouço as minhas vizinhas correndo, gritando feito doidas, porque havia dezoito baratas (um menininho, meu vizinho, contou) no corredor de entrada.
    O prédio tinha sido dedetizado mais cedo e elas ficaram mais pra lá do que pra cá, agonizantes. Depois recolheram tudo e limparam, mas na hora quase morri do coração de tanto susto.
    Meu medo era sair lá fora e dar de cara com umas dezoito lagartixas que vieram atrás das baratas….rssss

    • Ah, lagartixas, pra quem morou onde eu morei, não são problema nenhum, acho elas até simpatiquinhas! Olha, aqui com as baratas foi um verdadeiro genocídio, um extermínio, uma coisa do outro mundo. Coisa de ‘Joe’s Apartment’, você viu o filme? Pois então, mais ou menos por aí. No-jen-ti-nhas, mas o escândalo da moça foi totalmente sem propósito. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s