Cliques domésticos

Sábado começa sempre sempre com faxina, mas eu estou cada vez mais me perdendo em links domésticos, olha só: tiro a roupa de cama e mais um tanto de coisas pra lavar, na cadeira tem um documento que eu tirei do arquivo, então deixo tudo ali e vou guardá-lo, senão da próxima vez vou ficar horas procurando. Aí tiro todas as pastas, resolvo rasgar alguns papéis que nem precisavam mais estar ali arquivados, fica aquele monte de pedacinhos de papel do meu lado no chão, então é melhor jogar isso fora antes que eu faça mais bagunça. No caminho pra lata de lixo eu me lembro que a louça do café da manhã ainda está ali na pia, é coisa rapidinha, então jogo os papéis na lixeira e ajeito tudo, mas aí não volto mais pra arrumar o arquivo, porque me lembrei que as roupas pra lavar ainda estão no chão. Levo tudo pra máquina, coloco o sabão e o telefone toca, vou atender e me esqueço de ligar a máquina, então uma meia hora depois eu acho esquisito o silêncio, vou ver e ela ainda está lá, esperando só eu apertar um botão. Volto ao quarto e começo a estender os lençóis limpos na cama quando me lembro que a papelada ainda está espalhada pelo chão, vou lá rapidinho guardar tudo, porque com a ventania aqui nas montanhas periga sair tudo voando. No meio dos papéis encontro uma foto do casamento da Gina e me lembro que o Gary me mandou um e-mail, então ligo o computador pra dizer pra eles que eu adorei ter notícias e que prometo que vou responder logo logo (mas ando numa preguiça danada de escrever em inglês), e acabo olhando um monte de coisas na internet e me esqueço completamente do e-mail. Em compensação, ao lado do computador está a agenda e eu me lembro de fazer N anotações pra semana que vem, e uma das anotações é pedir ao Dudu o telefone do mecânico que ele disse que é ótimo, então largo as anotações e vou pegar o celular (porque a essa altura da minha vida eu não sei mais o número de ninguém de cor) pra ligar pra ele. E a cama ainda está arrumada pela metade. E aí já está quase na hora do almoço e eu consegui fazer um monte de coisas entrecortadas e a minha grande dúvida é será que eu terminei de fazer tudo ou se ainda ficou alguma pendência? E enquanto a massa está no forno, eu faço a lista de supermercado pela metade, porque me lembro que ainda não passei a blusa que vou vestir mais tarde e isso é mais urgente. Almoço e arrumo as coisas rapidinho porque tenho que tomar banho e sair mas não! a máquina já terminou de bater a roupa faz tempo e eu preciso estender tudo antes de sair, né, senão não seca tão cedo. A vida só entra em curso direto quando saio pela porta: visita a um tio velhinho velhinho (cada vez me convenço mais de que o melhor é sair de cena como minha mãe), café com a Chris, Hokkaido com o Jay e, antes de dormir, ‘A Judgement in Stone’ (Um Assassino Entre Nós), da Ruth Rendell, que eu  jamais enjoo de reler – mesmo já sabendo o significado da primeira frase, “Eunice Parchman matou a família Coverdale porque não sabia ler nem escrever.” Mas, com a confusão do dia todo, mal dou conta de umas poucas páginas.

Anúncios

18 respostas em “Cliques domésticos

    • Obrigada, Pedro!
      E isso foi só o sábado, né, que teoricamente é um dia mais tranquilo, a gente não trabalha… A doidolândia pega pra valer é a partir de hoje, segundona! (menos pros atleticanos, que ainda estão na comemoração de ontem!)
      bjk

      • Nossa, não me fala em comemoração…
        O Porto estragou a festa Benfiquista. Na melhor das hipóteses adiou-a.
        O voo de volta de Paris foi patético, com um piloto, engraçadinho, falando piadas sobre o jogo o tempo todo…
        Agora, para além de tudo o resto, aguarda-me uma semana de angústia.
        Bj

  1. Por falar nisso me lembrei agora de que eu iria enviar um comentário ao seu “Resolução” na sexta. Não enviei. Talvez amanhã… Talvez…
    Abçs.

  2. Além de todas as coisas muito apropriadas que você evoca, e de um comentário de grande sabedoria que você faz, e que conta com todo meu sentimento, ainda por cima você ataca de “A judgement of stone” antes de dormir… O livro de Ruth Rendell rendeu também um lindo filme http://www.imdb.com/title/tt0112769/ , pungente como é o livro, além de contar com as interpretações arrebatadoras de Isabelle Hupper, Sandrine Bonnaire e Virginie Ledoyen. Você viu, oh Tudista?

    • Uai, qual foi o comentário de grande sabedoria? 😀
      Ah, esse é um dos meus livros favoritos, e eu adoro a Ruth Rendell (embora ler os livros dela antes de dormir sirva pra me manter acesona, e não pra chamar o sono!). Vi um pedaço do filme uma vez no Eurochannel, mas acho que nunca assisti inteiro. Taí, vou dar uma investida na minha ‘loucadora’ pra tentar encontrá-lo. Fico com receio de ver na tela esses livros que eu adoro. A última tentativa, com ‘O Talentoso Mr. Ripley’, outro dos meus favoritos, da Patricia Highsmith, eu achei bem nhééé nas mãos do Matt Damon…

  3. Comecei a ler o seu post ontem e parei no meio porque quando você comentou que tinha um e-mail que você ficou de responder há dias, lembrei que eu também tinha um… há pouco estava atabalhoado com mais um monte de pendências, e eis que chega um e-mail seu pedindo que acessemos o seu blog pois você não conseguia daí… parei o que fazia (porque amigo é pressas coisas), acessei o blog sem problemas, respondi seu e-mail, e continuei a ler o seu post de ontem, para, agora, comentá-lo. E o que era que eu estava fazendo antes, mesmo???

    • Pois é, consegui acessar o blog, finalmente. Saí apagando cookies, temporários, toda aquela parafernália, desliguei tudo, fui tomar um café, assisti Lost, agora religuei e o computador resolveu se comportar. Vai entender essas maquininhas quando elas estão na TPM!!! 😀
      Acho que a confusão é geral, Mu, conheço tanta gente que sai pingando providências pelo dia afora! E esquecendo o que ia fazer!!!
      bjk

  4. Quando comecei a ler a crônica, pensei que era eu! Imaginei, quem andou escrevendo para mim?!
    Na verdade, o click que estou precisando é na cabeça, para ver se ponho em ordem o pensamento também!!!

  5. Monica,

    A sua frase sábia, e que me muito me tocou, foi “cada vez me convenço mais de que o melhor é sair de cena como minha mãe”. Tenho experiência semelhante e me lembro perfeitamente daquela de você fala.

    Pobre do ‘Talentoso Mr. Ripley’, concordo com você. O único caso de que me lembro onde o filme “entende o livro” e é MUITO melhor do que ele é a saga do Jason Bourne. E aí aquele ar aparvalhado do Matt Damon cai muito bem. Bom, no ‘A Judgement in Stone’ o livro continua ganhando, mas o filme tem lá o seu encanto.

    • Eu fiquei tãããão decepcionada com o filme do Ripley, Evando, o personagem do livro tem muito menos drama de consciência do que o Damon me fez acreditar na telona. Já o Bourne eu concordo ‘em gênero, número, igual’ com você, todos os filmes são ótimos (o que é raro, em geral um é muito bom, daí a qualidade vai caindo…). Outro filme que eu achei trocentas vezes melhor do que o livro foi ‘Ligações Perigosas’, eu me arrastei lendo. E nunca mais consegui olhar na cara do John Malkovich sem morrer de medo dele!
      bjk

  6. Desta vez foi ‘em gênero, número, igual’ mesmo!!! Mesmíssimo! Eu também fiquei decepcionadissimo com aquela total incompreensão do Ripley, Mônica! Que papelão, Matt, será que sua mãe tá sabendo?

    E as “Ligações Perigosas”, muitissimo bem lembrado. O livro, ai de mim, resistiu a todas as minhas estoicas tentativas. A cada tropeço levantei a cabeça e dei tudo de si, para contentar nossa imensa torcida, mas debalde. O adversário valorizou minha derrota! Nunca consegui avançar muito naquele epistolário sanhudo. Já o filme, que tetéia! Quer dizer, até hoje tenho uma pena danada da Michelle Pfeiffer, vê só, dinheiro e beleza não trazem mesmo felicidade, coitada. E o John Malkovitch, ah, não, pelamor, nunca pensei! Se passar perto de mim periga de levar uma bengalada! Só não vou atrás porque eu também fiquei pelando de medo daquele crápula.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s