Na cozinha da Copa

Gente, estou fazendo as contas aqui. Tem doze anos que eu não assisto uma Copa do Mundo assim, pra valer. Doze anos! Não que tenha feito muita falta, né, aquele 3×0 pra França em 1998 bastou pra fechar o ciclo com chave de ouro. De lá pra cá, acho que não consegui acompanhar nem o equivalente a um tempo de partida. Porque aquela Copa na Coreia/Japão foi um zero à esquerda na minha existência, até parece que eu ia acordar às 3 da manhã pra ver dois bandos de marmanjos correndo atrás de uma bola! Aí, sei lá em que ponto da história, eu embarquei pros Istêitis e bye-bye Copa. A final foi no meio da madrugada, deixei instruções precisas para só ser acordada do meu sono de beleza caso o Brasil marcasse gol. 5 da manhã bateram na porta do quarto, eu levantei como um zumbi e como zumbi fiquei o resto do jogo. A transmissão foi interrompida com o apito final, modos que não vi nada do carnaval da vitória. Na Copa passada -foi na Alemanha?- eu também estava fora, e no momento em que a França metia uma bola no nosso gol, eu estava mais preocupada em sobreviver ao calor de 40 graus com roupa, cabelo e maquiagem de madrinha (devia ser proibido casar durante o dia no verão americano).

Mas ‘a gente damos’ o melhor de si, né? Então, ó, já estou me preparando para o grande momento de integração cívica. A tabelinha dos jogos, que eu ganhei outro dia em um sinal fechado, já está na bolsa. Ainda não anotei nenhum resultado nela, o que, francamente, tira muito de sua razão de ser, mas pelo menos as pessoas olham pra mim com a tabela na mão e acham que eu estou fazendo a minha parte. Já dei uma pesquisada no Google pra saber quem é quem no time, porque eu não conheço bem nem os nomes, nem as caras dos jogadores. Minha conclusão foi que saber os nomes, tudo bem, até dá pra fazer, mas pretendo esquecer as caras -nesse quesito, melhor é torcer pra Itália. Não tenho bandeirinha, apito, buzina ou vuvuzela, nem camisa e boné da seleção, mas já separei uma camiseta amarela, que deve desempenhar bem seu papel na torcida desorganizada. Também repassei as regras rapidinho, pra poder dizer ‘isso foi pênalti, esse juiz tá louco!’ ou ‘impedimento claro, só o bandeirinha não viu!’, e outras coisinhas do gênero. Infelizmente, vou ter que maneirar caso meus gritos de torcedora sejam requisitados, porque depois dou aula e não dá pra ficar sem voz, e com esse tempo frio e seco a garganta não estava lá muito bem na semana passada, convém ter bom senso.

Mas, no geral, estou prontíssima para a ação, ‘com a torcida irmanada em um mesmo sentimento de brasilidade’, como costumava dizer o meu pai. Acho que vai ser, no mínimo, divertido.

Anúncios

11 respostas em “Na cozinha da Copa

    • Claro, como pude me esquecer do final?!
      “Um abraço aos meus familiares, prometo dar o melhor de si e, se Deus quiser, venceremos a vitória!” 😛

  1. Dizem que a vuvuzelada é claque. Que o homem nunca esteve na Lua, que o holocausto foi intriga da oposição, que os romanos não falavam, latiam, e que o mundo foi criado por Galvão Bueno há 10 mil anos. Dizem até que o futebol é uma encenação que esconde o verdadeiro jôgo merchandisingológico em que milhões são levados a crer que o o objetivo é o gol e a taça. Portanto não leve a sério a copa. Deixei de acreditar nela quando o Paulo Rossi marcou 3 gols no Brazil em (acho) 1982, logo depois cortei da minha lista o Papai Noel, o Coelhinho da Páscoa, o Saci a Cuca, e mais recentemente o Papa. Vou torcer para um time africado, se não der torço para um oriental, se não der torço para o Uruguai, ou para o Paraguai, ou para a Catalunha… este não está? pensei que estava!

    • Romacof,

      sim, foi num fatídico 1982 e naquela ocasião, sala cheia de amigos e tal e coisa, fui pessoalmente responsabilizada pela desclassificação, olha só que injustiça!

      Como assim, PAPAI NOEL NÃO EXISTE??????? 😦

      Bom, continuarei a torcer pelo Brasil, por motivos óbvios, pela Itália/Espanha, pela fina estampa dos moços em campo e, na falta da Irlanda (covardemente preterida pela França, essa eu nunca vou engolir), estenderei minha torcida também aos simpáticos australianos de Down Under, que até podem jogar pouco (vendo pelos 4 que tomaram hoje ‘do’ Alemanha) e saber nada de Copa, mas entendem horrores de copo!!! 🙂

  2. É, Mônica,

    Ver jogo do Brasil no estrangeiro é complicado. Como se não bastasse a falta de ornamentação nas ruas e a escassez de pendão auriverde nas janelas, a estréia do Brasil hoje aqui vai ser amanhã. Aqui, no caso, é a China, mais precisamente Xangai. E é amanhã mesmo, às duas e trinta da madruga, que deverá ocorrer o aguardado prélio.

    Mas o que faz mesmo sucesso aqui é o clamor a Galvão Bueno (vai na versão espanhola que a caligrafia local é uma tristeza):

    http://www.elpais.com/articulo/tecnologia/Cala/boca/Galvao/elpeputec/20100614elpeputec_4/Tes

    Bjs,
    Evando

  3. Bom, vim parar na China pra contar caso sobre C&T no Brasil. Começando na EXPO. Como tudo aqui é miudinho, hoje a EXPO recebeu 550 milhões de pessoas…
    Sobre China e Xangai, os caminhos são diferentes. China vem de Qin (pronúncia: Tchin, se refere a um povo) e Xangai vem de Shang-Hai “a cidade sobre o mar”.
    Mas acontece ainda que ontem, hoje e amanhã é feriado nessa terra. Homenagem ao poeta Qu (= Tchu) Yuan, que, 2500 anos atrás, entristecido com tanta corrupção que via à sua volta, jogou-se nas águas do rio e desapareceu. Nesses três dias de feriado os barcos vasculham todas as águas da região à sua procura. Até eu, tivesse uma canoinha, teria também partido procurando o moço, sempre poderia ter uma serventia aí pra nós no Brasil.
    E agora tou aí nesse aperto de esperar o jogo na madrugada.
    Bjs,
    Evando

    • Papai brincava que ‘a China tem uma população de um bilhão e qualquer coisa. E esse qualquer coisa é mais do que a população do Brasil…’ Realmente a gente não sabe se é esse tanto de gente ou se eles só ficam dando voltas e, como todos são iguaizinhos, ninguém sabe se está vendo outras pessoas ou se são as mesmas voltando! 😛

      Tenho um grande amigo que esteve por aí há dois anos e voltou encantado. Nunca vi um mineiro/maranhense tão chinês na minha vida! Daí vêm algumas das bonecas mais lindinhas da minha coleção, o cuidado e bom gosto nas cores e detalhes desse povo é algo de outro mundo.

      Ah, agora está tudo explicado com os nomes, merci! Gostei da historinha do poeta, mas já imaginou se todo mundo resolvesse se jogar em águas de rios por aqui, só de tristeza com a corrupção à nossa volta? Não ficava muita gente pra apagar a luz…
      bjk

  4. Copa.
    Para mim começou hoje. A Argentina foi um falso arranque, com o boicote descarado ao lado esquerdo, remetendo Di Maria à quase nulidade. E começou com um Portugal receoso e pressionado, com incapacidade de assumir o jogo. É claro que se o (grande) remate de Cristiano Ronaldo não tem esbarrado no poste, aí a história poderia ser outra. Não foi. Resta torcer pelo Brasiú, mais logo.
    Cozinha.
    Gostei do horário do jogo. Permitiu um almoço tardio, com amigos. Filetes de sardinha com arroz de grelos. E um magnífico Douro, da Kopke a acompanhar a iguaria. E para fechar com chave de ouro, um Terras do Demo perfeito.
    Ahh tivesse a equipa Portuguesa estado à altura do almoço, e Drogba estaria chorando, agora…

    • Nossa, fiquei com uma super inveja desse almoço (mas não do jogo!) 🙂

      Por aqui o jogo (jogo?) do Brasil com a Coreia do Norte foi às 3 e meia da tarde. Se já era tarde pro almoço, com certeza ainda estava na hora certa do tira-gosto com cerveja gelada! Sem contar a bagunça que a meninada apronta, eu me diverti muito mais com elas curtindo os primeiros contatos com Copa do Mundo do que com a partida propriamente dita. Entendo pouco de futebol, mas achei tudo muito chato. Tá vendo, por isso é que jogo com a Itália e a Espanha são bons: já que não tem futebol, pelo menos tem belas estampas pras meninas apreciarem! 😛

      Mas domingo tem mais!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s