A palavra

A word is dead
When it is said,
Some say.
I say it just
Begins to live
That day.
***
Emily Dickinson

Anúncios

8 respostas em “A palavra

  1. Aprecio muito a Emily. Este poema é lindo e preciso. É inerente a psicanálise, a teologia…
    Ela (a palavra) morre após pronunciada, conforme Emily Dickinson, não deixa hiatos, desabrocha, ressurge em alguém, em algum lugar.
    O ostracismo desta poeta, chamou atenção em seu tempo, é um pradoxo de sua obra. Numa vimos alguém tão liberta, na clausura que escolheu.
    Talvez pelo uso da palavra como salvação, entre outras necessidades. Já dizia uma amiga: -“Quem não explode, implode!” A palavra é um meio, dita -não dita- implícita ou clara, ela liberta e cura. Quem não pode falar, pensa, mas usa A palavra!

    Podemos confirmar isto entre tantos outros artistas, mas, em Clarice Lispector é uma constante, quando diz: “Tenho que falar pois falar salva. Mas não tenho uma só palavra a dizer.” “… O que desejo ainda não tem nome.” “Cada palavra é uma idéia. Cada palavra materializa o espírito. Quanto mais palavras eu conheço, mais sou capaz de pensar o meu sentimento.” (Berna, para Clarice, foi uma prisão e como tal, muito propícia para seus desabafos, não só Berna… mas o seu ser, Clarice ontológica, e esta marca também pertence a Dickinson e só a escrita através da palavra é a expansão do contido).
    Abraços. Parabéns Mônica! Um poema de tão poucas palavras, dá muito o que falar!

  2. Oh coisa mais linda! A Emily é mesmo o máximo! Sou como a Clarice, a palavra me salva.
    Tem também esta pequena pérola de Eugénio de Andrade:

    Sê paciente; espera
    que a palavra amadureça
    e se desprenda como um fruto
    ao passar o vento que a mereça.

    Bjs,
    Ana

  3. Adoro os poemas dela, são tão expressivos. São pequenos pensamentos, com poucas palavras, mas nos dizem tantas coisas… Uma pena qué muito complicado de traduzi-los, e eu quase não acho em português. Ela tinha uma liberdade tão grande para escrever, pena que os criticos de sua época não reconheciam, e em vida, ela não pode publica-los.

  4. Olá, Monica!
    Para você e outros admiradores da Dorothy Parker,
    ‘imagino que tenham assistido, caso não’, segue a sugestão do filme biográfico: O Círculo do Vício, sobre o The Algonquin Round Table.
    Grande abraço: Vanilda

    • Ótima dica, Vanilda, valeu! Eu vi o filme há um tempo na TV a cabo, eu me lembro da Jennifer Jason Leigh e do Matthew Broderick, mas acho que não peguei o filme desde o comecinho. Taí, vou rever uma hora dessas!
      Ótimo finde pra você!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s