Romãs – meu momento Power Balance

Um amigo leu o post de ontem e me mandou um e-mail preocupado: “Mas você comprou uma dessas pulseirinhas? Logo você, sempre tão cética com relação a essas coisas?” Cuidei de tranquilizá-lo rapidinho – não, não, eu não comprei a pulseira da Power Balance, e talvez seja por isso que a minha energia não esteja assim tão quanticamente equilibrada como eu gostaria, mas paciência. Não caí nessa como não caio nas histórias de dietas milagrosas, como a que um outro amigo teima que é infalível, aquela do tipo sanguíneo (eu perguntei se eu, sendo tipo AB, só poderia comer ABacaxi, ABacate, ABricó e mel de ABelha, mas ele foi bastante evasivo na resposta, senti firmeza não).

Mas isso não quer dizer em absoluto que eu não tenha lá os meus momentos power balance. Hoje, por exemplo, tá lembrando que dia é hoje? 6 de janeiro, dia de fazer a simpatia das romãs (e dia dos repórteres correrem pro mercado para a matéria sobre o preço abusivo da romã, ensinar a simpatia, entrevistar populares na rua, aquela coisa). Ontem, de repente, assim do nada, eu ‘caí em si’: eu não tinha uma romã! Poderia ir até o sacolão, claro, mas o preço da romã está realmente um absurdo, principalmente se a gente lembrar que o propósito do simpatia é não deixar faltar dinheiro. Fica difícil, se a gente tiver que pagar esse ágio todo pra comprar uma fruta somente por conta de um punhadinho de sementes. Então apelei pras redes sociais e em menos de cinco minutos o Vítor veio em meu socorro: numa corrente de amigos envolvendo quilômetros pela cidade, a romã chegaria às minhas mãos a tempo. Ufa, meus tostões estariam salvos e sossegados pelos próximos 365 dias, amém.

Lógico que eu poderia simplesmente ignorar a data, a romã, a simpatia e tudo o mais, certamente minha magra conta bancária não iria sofrer qualquer grande abalo sísmico. Mas e quem é que vai arriscar desequilibrar quanticamente sua carteira, não é verdade? Já são 30 anos fazendo essa simpatia, três décadas inteiras. Começou num seis de janeiro, com a enfermeira miúda, magrinha e incrivelmente sorridente entrando no quarto, levando o almoço pro meu irmão e entregando pra minha mãe uma romã. Dali em diante a gente nunca mais parou. Minha mãe sempre me lembrava que a simpatia é pra não deixar faltar dinheiro, não é pra ficar rico não, isso é muito diferente. Minha mãe era muito ponderada, sempre, não era pra perturbar os três reis magos com excessos. E assim tem sido desde então, e todo seis de janeiro eu cumpro o mesmo ritual. Tá dando certo, eu sou doida de mexer no que está bom? De quebra, na minha incessante busca por uma alma bondosa que me fornecesse a fruta, ainda lacei mais alguns novos adeptos para a causa. Os janeiros são sempre difíceis e se Belchior, Baltazar e Gaspar estão dispostos a dar uma mãozinha, a gente tem mais é que aceitar a oferta de bom grado e não fazer desfeita.

Anúncios

9 respostas em “Romãs – meu momento Power Balance

  1. Não desacredito em simpatias, de repente até sabendo que a tal pulseira näo ‘funciona’ e eu botaria fé, com tanto que näo pesasse no bolso, a pulseira é até bonitinha, mas não faco simpatias. Antigamente tinhamos, eu e amigas, todo uns rituais de ano novo (pular ondas, comer uvas, näo comer o que cisca, roupa de tal cor, calcinha de tal cor,…) na verdade nunca deu certo, daí chutei o balde e a coisa fluiu, parece que às vezes a vida rir da gente.

    Menina, eu acho que na vida atual fugir do tudismo é difícil, mas depois de ler uma coisa aqui e outra ali, de sentir o estresse bater, estou tentando abstrair e ir pro nadismo, mas não tem me sobrado muito tempo nem pra jiboiar em frente a tv, imagina tirar uns 30 minutos pra parar mesmo.
    Que bom que seu tudismo é sem nóia.

    Beijo

    • Luciana, eu faço as simpatias de maneira totalmente seletiva, hehehe… Essa história de ‘isso dá azar’ eu nem ligo, mas se é pra trazer bons fluidos e eu não tenho que sair por aí me virando em dez pra fazer (por exemplo, não vou despencar pro shopping lotado na véspera do ano novo só pra comprar uma roupa da cor tal), eu faço super feliz. Se já estou na frente do mar, pulo as ondas; se tem uva na mesa, pego as sete; se alguém preparou lentilhas, eu como (até porque eu adoro!); se alguém tem a romã ou é fácil eu conseguir uma, tou fazendo a simpatia… 🙂
      Concordo 100% com você, não é isso que faz a vida da gente andar, mas eu me divirto com esses rituais. Perigo é quando a pessoa passa a acreditar que são eles, ou os amuletos, que regem a sua vida, né?
      Meu Tudismo é bem light, totalmente sem nóias. É mais aquela curiosidade que faz a gente achar tudo nessa vida interessante e merecedor de, pelo menos, uma espiadinha mais cuidadosa. Se não for aquilo tudo, deixo de lado. Mas sempre gosto de experimentar!
      bjk

    • Não custa dar uma forcinha, né? Tudo bem a gente ralar entra dia, sai dia, mas se um cadinho de sementes de romãs podem ser mais poderosas do que os hologramas quânticos de Mylar na hora de equilibrar nossa energia financeira, eu é que não vou deixar passar! 😀
      Além de tudo, a fruta é muito gostosa…
      bjk

    • Monty Python é que nem Bombril, tem 1001 utilidades! 🙂
      Se a gente quiser, consegue achar uma cena de filme ou de programas deles para absolutamente todas as situações da vida. Os caras são demais…

  2. Eu esqueci a romä aqui e fui viajar…Claro que todo mundo aqui me achou uma doida e uma religiosa fervorosa, porque fiquei doida quando descobri que tinha esquecido a tal da romä. Entäo fiz a simpatia só ontem..dia 07 de janeiro. espero que os reis magos continuem a me dar uma “forcinha”. Aqui Romä tem em abundância no mercado…

  3. FEITIÇARIA BOA foi aquela dos meus amigos da família de MARIA JOSÉ DE LIMA BELISÁRIO de BELO HORIZONTE MG eles são donos inúmeros prédios ; empresas e tem uma fortuna enorme e eles mexem com ocultismo ; um deles que é o DANIEL SALIBA DE FREITAS de BELO HORIZONTE MG ELE É um dos mais milionários deste clã e ele guarda um cofre enorme em casa com muitos bens e em cima um pentagrama .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s