Educando meninos

Uma das melhores coisas que existem na internet se chama TED.com. Se você nunca passou horas descobrindo palestras e apresentações de algumas das pessoas mais interessantes e criativas do planeta, você não sabe o que está perdendo. Educação, Ciência, Tecnologia, Artes, Direitos Humanos, Arquitetura, Política e todo e qualquer tema que possa gerar uma conversa que cutuque o seu cérebro e te faça pensar ‘hhmmm’ ou ‘uau’, está tudo lá. No começo era um grupo se apresentando para uma plateia fechada em Monterrey, na Califórnia, e para participar era preciso desembolsar muitos e muitos dinheiros. Mas tudo era tão interessante que as gravações logo foram parar num site, e dali saíram projetos de TEDs em todo o mundo, palestras locais com assuntos locais. Aqui no Brasil já foram algumas edições. A língua dominante no site é o inglês, claro, mas muitas dessas apresentações já estão legendadas em vários idiomas – e o que você não encontrar em português, provavelmente vai achar em espanhol, por exemplo.

E uma das apresentações mais bacanas (você pode cadastrar seu email no site e receber atualizações toda semana) que vi recentemente é esta do educador e ativista Tony Porter, falando sobre a educação de meninos, e como isso afeta questões como a violência sexual e doméstica contra a mulher. São pouco mais de dez minutinhos que dizem muito. Ainda não existem legendas em português mas, se quiser, clique em ‘view subtitles’ e a última opção é o espanhol, que já deve dar uma mão. Vale muito a pena e dá muito o que pensar.
***

Anúncios

12 respostas em “Educando meninos

  1. É sempre bom saber dos que estão indo contra a corrente e nem acho que sejam poucos, mas faz parte de uma estratégia social que ganha com os posicionamentos vinculados ao comportamento, à educação mantê-los o mais marginados possível.
    Valeu!!
    Bj

    • Eu também acredito que sejam muitos, Rosa, e é bom ver pessoas como Tony Porter falarem tão bem sobre o assunto, sem querer ficar criando ‘vilões e mocinhos’ na história. Que apareçam outros…
      bjk

    • Marcus, você vai pirar, tem palestras geniais, tanto ‘sérias’ quanto leves e divertidas (como a de um matemático maluco que consegue memorizar números enooooormes). Aos poucos você vai descobrindo as favoritas, é assunto que não acaba mais. Incrível como tem gente interessante nesse mundo. E pensar que eles são só a pontinha do iceberg!

  2. Olá Monica, bom dia, bom ano novo. Já andei me atualizando e lendo ótimos posts seus.
    Adorei o TED (parece ter coisas incríveis, vou fuçar). Sou fã de palestras na Internet, costumo assistir aulas (há cursos inteiros) das principais faculdades americanas sobre diversos assuntos (principalmente no site http://academicearth.org/, caso alguém esteja interessado).
    Muito boa a sua dica, e bom estar de volta por aqui.
    beijo

    • Ah, baterias recarregadas? Nada como o meio do mato pra deixar a gente pronto pra doidolândia, né?
      O TED tem cada coisa sensacional, Wagner, vale a pena ir descobrindo aos poucos. O bom é que as palestras são curtas – máximo de uns 20 minutos, algumas são até de 5 – e é incrível ver como as pessoas passam super bem o recado nesse tempo, com imagens, histórias, muita informação e toneladas de boas ideias.
      Obrigada pela dica do site, eu não conhecia não. Já ‘favorite’ pra explorar no fim de semana (que durante a semana a Isaura aqui tá no tronco, lerê… lerê…)
      Bom tê-lo de volta também!
      bjk

  3. Olá Monica, O TED simplesmente é fascinante. A ideia das palestras, e o slogam deles é ” Boas ideias devem ser compartilhadas”. Teve uma edição aqui em Porto Alegre (sou da região metropolitana), e inclusive alguns amigos que organizaram, e eu vi as palestras na internet. Se tiver ai no seu estado, recomendo ir, porque é fabuloso.

    • Eu descobri o TED no comecinho de 2007 e me agarrei… O slogan deles é perfeito, né? E super verdadeiro, boas ideias realmente precisam circular. Bacana ter havido uma edição em Porto Alegre, aqui em BH eu nunca soube de nada – e olha que tem um bocado de gente interessante que poderia estar compartilhando ideias do lado de cá das montanhas…
      bjk

    • De nada, Luciana. Com certeza você vai ficar horas no site, além das palestras novas pelo mundo afora, eles também vêm colocando as antigas, adicionando legendas, etc. Tem muita coisa boa.
      bjk

    • É verdade, tenho um amigo que fez algumas, e acho que ainda deve ter muito vídeo interessante pra traduzir – já vi várias que mostravam opções de legendas, sem incluir o português…
      Muito bacana a palestra desse fotógrafo!
      (e ótima legendagem… 😉 )
      abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s