Limerick

Outro dia vi que alguém veio visitar o blog diretamente de Gloucester (que a gente pronuncia ‘Glóster’), na Inglaterra. Aí eu me lembrei desta quadrinha simpática em forma de limerickque eu costumava ensinar pros meus alunos e eles achavam deverasmente divertido ler em voz alta (por causa do ritmo e porque a rima ajuda na pronúncia):

There once was a young girl from Gloucester
Whose parents thought they had lost her
From the fridge came a cry
“- Let me out or I’ll die!”
But the problem was how to defrost her…
***

E um dos meus favoritos:

There once was an old man from Esser
Whose knowledge grew lesser and lesser
It at last grew so small
He knew nothing at all
And now he’s a college professor!

Anúncios

4 respostas em “Limerick

    • Hahaha, isso aqui é um blog de família, minina! 😀
      Mamãe não deixa publicar ‘aqueles’ não…
      Mas eu ganhei um de limericks irlandeses de um primo e, ó, imagina a mente daquele povo depois de uma meia dúzia de pints de Guinness na cabeça!!!
      bjk

  1. Tá certo, tá certo, mas também tem aqueles limericks “intermediários”, do gênero

    On the chest of a barmaid at Yale
    were tattooed the prices of ale,
    and on her behind,
    for the sake of the blind,
    was the same information in Braille.

    Bunitim, não é?
    BJKS

  2. hahaha, adorei! De Yale eu tenho outra:

    Said the ape as he swung from his tail
    To his offspring both female and male
    “From your offsprings, my dears,
    In a couple of years
    May evolve a professor at Yale!”
    🙂
    Isso vai longe…
    bjk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s