Mozart a mil


***

Jiří Kylián, coreógrafo e diretor artístico do Nederlands Dans Theater durante muitos anos, é daqueles que a gente não enjoa de ver trabalhando. São dele algumas dos mais belos trabalhos de dança que já vi na vida – Petite Mort, Six Dances, Black and White e o meu favorito, Bella Figura – misturando a técnica precisa do clássico com um toque de inesperado do contemporâneo. Birth-day é uma brincadeira filmada primeiro numa velocidade mais lenta, para depois ser gravada mais rápida, dando essa impressão de uma cena de cinema mudo. Pra divertir um pouco nesse carnaval de muita chuva…

Anúncios

9 respostas em “Mozart a mil

  1. Monica
    Uéee, sumiu… o povo!!! está dançando outras danças… tudo bem, importa é que se aproveite da melhor maneira seu regalo! A- DO- REI… ambos. ARTE é isso, a tensão construtiva (as linhas imaginárias) dos movimentos no ballet, são as mesmas composições (ou quase as mesmas), presentes na pintura, escultura e por aí vai. Acompanhamos com o olhar e percebemos pontos de convergências nos corpos, nada fica solto! As mãos, dedos se encontram (tocam), pernas, pés, e nosso olhar continua… Cada movimento nos prende e ao mesmo tempo, em velocidades diferentes se afastam e nesse afastar é como se víssemos riscos à lápis beeem suaves no espaço onde eles já não mais ocupam – o movimento é algo tão marcante e fugaz!
    O mais rico em tudo isto é o sentimento que fica, apreendemos nos gestos, todas as emoções da história, ainda que não tenhamos o folder ou catálogo à mão!
    -No segundo, ao final sentimos a tensão nos corpos do casal, “eles se amparam” e conseguem a harmonia ainda com o sofrimento – se recolhem…
    Gratíssima pelos belos momentos! Saudades e abraços.

    • Vanilda, eu não teria conseguido definir melhor! 🙂
      E o legal é que essa série coreográfica foi feitta para a companhia 2 (hoje inexistente), que era a dos bailarinos do Nederlands Dans com mais de 40 anos. Se não me engano, essa bailarina é a esposa do Jiří Kylián, e toda a linha temática é sobre a meia-idade… As coisas que ele faz são de extremo bom gosto e qualidade técnica, provavelmente é a companhia internacional que eu mais gosto de ver. Há pouco tempo a companhia 3, com bailarinos mais jovens, esteve no Brasil, foi lindo.
      É, o pessoal foi atrás do trio elétrico, pelo visto! 🙂
      Bom tê-la por aqui!
      abraço

    • Marcus,
      lá no YouTube tem um outro, com dois bailarinos na ‘cozinha’, algo bem Chaplin, é muito legal. Da mesma série. Vou ver se acho o link e coloco aqui.

      Ah, achei, ó:

  2. Monica
    Assisti ao “Chaplin”!!!
    Aqui, é onde realmente denominamos de “sítio”, seu endereço é fabuloso, por isto… eu e tantas outras pessoas a visitamos!
    Só não armo uma ‘redinha’, pq se ela balançar, eu não poderei assistir!
    Enorme abraço, e que aproveite os lençóis! rs, rs, rs.

    • ‘brigada, Vanilda! 🙂
      É que tem tanta coisa bacana na internet pra gente descobrir, né, eu fico vendo e pensando ‘nossa, será que o pessoal já viu também?’ É por isso que eu coloco, junto com as coisas que eu escrevo, o que vou recolhendo aí pelo universo virtual. Tem pra todos os gostos, ou pelo menos pra muitos deles…
      abraço (sim, estou aproveitando os lençóis adoidado!!!)

  3. Monica
    compartilhe sempre, sempre, não importa se alguém viu,
    o que é bom, reflexivo, interessante , divertido, sempre nos dá vontade de revisitar, mas muito aqui, é novo! valeu!!!
    Bisous!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s