A origem desconhecida da palavra ‘bullying’

A gente não deve passar nunca a oportunidade de aprender uma coisa nova, não é? Até mesmo uma inocente festinha de aniversário de criança pode nos proporcionar borrifos de conhecimento e momentos inesquecíveis de ilimitada sabedoria. Eis que estávamos todos à mesa conversando animadamente sobre crianças, bullying  e o caso daquele garoto australiano, quando meu tio anuncia solene:
– Vocês sabiam que a origem etimológica da palavra bullying está em Araçuaí, minha terra natal?
Olhares incrédulos, silêncio total (quer dizer, tirando a algazarra da meninada brincando em volta). Ele continua:
– Pois é isso mesmo, mas claro que ninguém se lembrou de nos dar os devidos créditos. Quando a gente era pequeno e brigava com os irmãos, tinha sempre um que saía gritando “mããããeeee, Fulano tá bulindo comiiiiigo!!!” Depois algum gringo deve ter aproveitado e traduzido pro inglês.
Então aí está, meus amigos, compartilho com vocês um naco do meu recente aprendizado. A palavra bullying, ao contrário do que poderíamos imaginar, na verdade tem suas origens na bacia do rio Jequitinhonha, no norte das Minas Gerais. Acho que por essa ninguém esperava…

***

PS- quando comentei que ia publicar o caso no blog, um primo me alertou: ‘olha lá que vai ter gente acreditando nessa história, hein…’ Será?

Anúncios

25 respostas em “A origem desconhecida da palavra ‘bullying’

    • Adoro essas histórias também, Karine. E as das crianças, que sempre têm uma tirada fantástica. Se a gente não anota (e, hoje em dia, não ‘bloga’), depois acaba esquecendo…

  1. Mônica, minha linda, eu poderia reivindicar essa origem da palavra bullying aqui para as bandas do Nordeste. Lembro demais quando minha saudosa avó paterna costumava dizer: “tu já tá bulindo com isso de novo? Tomara ver!” O “bulir” daqui era mexer com alguém (caçar conversa, encrenca) ou com alguma coisa. Mas quem sou eu para dizer que não é das Minas Gerais essa origem.

    Bjos de montão.

    • Pois o vale do Jequitinhonha já tem uma perninha no Nordeste, não é? Acho o máximo esse ‘bulindo’, por aqui também quer dizer procurar encrenca. Pra algumas coisas, de Araçuaí a Teresina é um pulinho só!
      bjk

  2. Monica esta foi Ó-TI-MA!!!
    Quando iniciei a leitura, não é que pensei:
    – ôbaaa, aí vem novidade!!! não foi como eu esperava,
    FOI MELHOR…
    Ah! reuniões em família além do amor e alegria, não deixam de ser surpeendentes…
    Cláudio, vc também tem razão!
    Como o tema fala sobre os dois idiomas (inglês/português), e seu tio deu uma explicação justificada no ‘som’, quando reúne as sílabas, pode acontecer coisas! esses tios… além da criatvidade, o humor é a tônica, e não é que funciona???
    Baseando-me na explicação dele, e como vc é professora de inglês, deve conhecer, mas deixo para apreciação este endereço: o que ele diz se enquadra perfeitamente na “sinalização fonética”! parabéns para ele!
    http://www.sk.com.br/sk-sinal.html

    • Vanilda, eu sou super fã das festas de família, não perco uma (costumo dizer que não passo nem velório!). Eu sei que tem gente que não gosta, mas é tanta gente legal dos dois lados, e tão poucas as oportunidades de encontrar a turma (sobretudo quando são várias gerações), que eu faço a maior questão de participar sempre que possível. Aprendi com minha mãe, que era festeira e estava sempre presente em todas as situações.
      Esse meu tio é uma pessoa super querida, e o achado do bullying com o bulindo foi genial!

  3. M’u’rri de rir… fui procurar uma explicação convincente,
    e no endereço acima estava na bibliografia:
    Schütz, Ricardo. “Sinalização Fonética” (English Made in Brazil).
    Nós estudamos horrores, ele tb deve ter estudado, mas a sabedoria nata somada ao humor, é a prática sem monotonia! e dão um banho em nós!
    Bjs

  4. Mas porque não? Se o nosso “uai” ou o “forró” vém do inglês, porque não o caminho contrario do “bulindo” comigo?
    De Araçuaí para o mundo…

  5. lol, venho assim reclamar a origem da palavra para o crioulo guineense, pois “bulir” é uma palavra comum e atribui-se tanto a crianças que não param quietas, como as desobedientes e as que implicam com outras. E também dizemos esse de:”fulano na bulim” – traduzido: o fulano está a meter-se comigo.
    incrível a similaridade considerando os quilómetros de distância entre a tua terra e a minha.

    • Ôpa, we have a winner!!! Adorei saber essa! 🙂
      A origem deve ser daí mesmo, o nosso português cá do Brasil herdou muitas palavras das línguas e dialetos africanos.
      É muito bacana ver como somos tão diferentes e, ao mesmo tempo, tão semelhantes!

  6. Tenho 59 anos e sou de São Paulo. Sempre ouvi essa expresão “Bulindo” e sempre a entendi como “mexer com”, ser “inconveniente com”, de maneira bem desagradável.
    “Aquele velho sem vergonha buliu comigo”, ” Aquelas crianças mal educadas, buliram com a a senhorinha do outro lado da rua”. São expresões antigas que fazem parte das minhas lembranças…
    Creio que “Bullyng” inglês tem o mesmo significado de bulir, no português.

    • Os significados são bem próximos, mas ‘bullying’ sempre dá uma ideia um pouco maior do que só ‘bulir’ ou ser inconveniente. O caso é que essas coisas vão virando lugar-comum e o peso da palavra acaba virando outro… Mas que as duas parecem bem próximas, parecem! E não é bacana ver como o ‘bulir’ realmente existe em todo canto do país?

  7. O tio da Mônica está corretíssimo. Bullying e bulir são exatamente a mesma coisa. No dicionário escolar da língua portuguesa do MEC de 1973 já existia a definição do verbo bulir, inclusive com a sua conjugação no presente. Somente usamos o estrangeirismo bullying por preguiça de olhar no dicionário o significado das palavras. Provavelmente na infância do tío da Mônica já se praticava o bulimento (não pela internet e redes socias) no recreio das escolas, escrevia-se nos cadernos dos colegas, etc e se propagava o bulimento pessoalmente, por escrito e pelo telefone.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s