Passagem

Butter Slip continua no mesmo lugar há 400 anos (bem menos que o castelo da cidade, que tem 800), uma pequena e estreita passagem que liga High Street a St. Kieran’s Street na charmosa Kilkenny, no sudeste da Irlanda. Os vendedores de manteiga que um dia deram nome a essa ruazinha já não existem mais; em compensação, proliferam as lojinhas de presentes e simpáticos restaurantes disputados por turistas como nós, que deixavam a capital Dublin à procura da tranquilidade da vida no interior da ilha.

Anúncios

10 respostas em “Passagem

  1. É o tipo de lugar que aprecio, a solidez (peso, austeridade) de suas construções, se opõem às sensações que extraordinariamente nos imprime, que são: tranquilidade, segurança, aconchego e um toque intimista (aquele ponto essencial, sublime…).
    Tenho um sentimento de algo que me seja familiar, talvez por transmitir qualidades de anseio da minha alma: bem-estar, como se lá estando, nada de mal se aproximará!
    Lugares estreitos, contidos; outros vastos, e que ainda permanecem em sua atmosfera, as tradições e brincadeiras,
    dos antepassados!!!

    Neste caso, a paisagem é um conceito per si!…

    Bem sabemos que outrora, a Irlanda teve suas batalhas, suas lutas intramuros e fora!
    Entretanto como tudo no mundo, se restaura e se recria!

    • É verdade, Vanilda. O contraste entre as pedras escuras das construções e o verde que está por todo canto é das coisas mais bonitas no país. É tanto lugar bonito que a gente nem sabe pra onde olhar primeiro…

  2. A descrição que fiz, foi uma analogia ao estável da cena, e que para mim, senti como um convite para ficar, pela segurança que a paisagem transmite! Passagem… caminhar por…
    Mas é verdade, que todo ‘arco’ que nos possibilita passar… também nos remete ao tempo! bem pensado!
    Captei como sendo Irlanda, ou outro lugar com as mesmas características ambientais.
    Tá vendo como é bom outras óticas a respeito do mesmo tema? Abraços

    • Conheço sim, fui há alguns anos para um congresso e aproveitei para conhecer a cidade e esticar até Punta del Este. Um friiiiio danado, era julho, mas um país muito bacana, gente ótima, excelente cozinha (ótima parrilla no mercado!), vale a pena demais! Vontade de voltar, mas a lista de pendências de ‘lugares ainda não vistos a visitar’ não pára de crescer!!!
      bjk

  3. Ah, Monica. Tudo OK! entendi.
    Fiz a segunda referência, baseando-me na outra perspectiva: a do Paulo Guimarães, ele considerando ‘tempo’ em ‘Passagem’; e minha primeira percepção (de tanto que gostei), foi ‘tempo’ em ‘permanência’, veja só como é bom contemplar!
    A foto é tão reflexiva e prazerosa, que ficamos a pensar: nestes 400 anos (e não foram poucos!), quantos passos, quantos sons ecoaram por ali – cada pessoa de diferentes recantos, história de vida diversas, com seus costumes peculiares, seus perfumes, levando consigo também, seus diferentes sentimentos e vivências, por anos e anos consecutivos…
    Ela, a rua, permanece com seu arco, sempre à espera de outros transeuntes. Atmosfera agradável, que aos olhos de alguns, os faz sentir: – sigam, voltem outras vezes! enquanto outros, podem sentir um convite: – fica!
    Curioso… nunca fui à Irlanda, mas assisti a dezenas de filmes produzido ou encenados lá, alguns modernos, outros de tradições históricas familiares antigas, e alguns épicos ou quase… sempre gostei.

    Considerei o título PASSAGEM muito apropriado para a foto!
    É suficiente ‘uma’ palavra, e deixa que nós viajemos nos pensamentos de diferentes formas – você desata o nó, e o resto a gente faz! não é uma beleza!?
    Inclusive, parabenizo-lhe pelos títulos: objetivos e pertinentes! Beijos. Adorei a foto e a viagem que fiz!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s