Explica melhor

Joe, o terraço acabou de ser lavado. Fassfavô de não fazer bagunça aqui, viu?

Bagunça? Como assim, bagunça?
(foto: Paulo Cunha – copyright)

***
Nunca tivemos cachorro de grife lá em casa. Eles simplesmente apareciam do nada e a gente acolhia. Ou então algum amigo pedia pra gente ficar com um filhote da ninhada da casa. Com exceção do Yuri, pastor alemão legítimo, todos eram um coquetel indecifrável de raças. O Joe (Joe Tromundo) foi adotado ainda pequeno e, vendo ele assim quietinho na foto, ninguém desconfia do tanto que o danado é elétrico. Veio de fábrica com doses maciças de PCA (Puta Carência Afetiva) e tem sempre essa carinha de quem está a postos pra aprontar alguma, mas ao mesmo tempo é doido por um carinho. Olha, bicho é mesmo tudo de bom.

Anúncios

12 respostas em “Explica melhor

  1. Vc é má, marido está me cozinhando, pq eu quero um cachorro aqui e ele nao quer. Primeiro que aqui é mais trabalhoso criar, temos apto e cachorro nao fica solto na rua como no Brasil, né? Tem que ter hora pra tudo… ai vem vc e mostra uma foto de um cachorro com PCA. Morri só de ver os olhinhos dele. rsrsrs
    bjs

    • É, em apartamento é sempre mais complicado… O Joe tem um quintalzão pra correr, gastar energia e fazer seus ‘serviços’, é bem tranquilo. É super boa praça e se dá muito bem com os dois gatos (adotados, apareceram por lá e decidiram por conta deles que iriam ficar), uma graça. Mas bicho é aquela coisa, se é pra ter, é pra cuidar direitinho, né? Porque é claro que dá trabalho. Mas vai conversando aí com herr marido aos pouquinhos, quem sabe uma hora ele se apaixona perdidamente por um totó assim como o Joe? 🙂
      Boa sorte!
      bjk

  2. Ah, nem….O Joe tá chique demais. Eu simplesmente ADORO esse cachorrinho. Ele é carinhoso, engraçado, AMA osso e gosta de dormir coberto.
    Não é uma boniteza???

    • É que nem gente, né? Por isso é que papai dizia “Não devemos maltratar os animais, afinal de contas eles também são seres humanos!” 🙂
      Joe é tudo de bom…
      bjk

  3. Pois é, ele é muito fotogênico, muuuito carente e completamente treslocado! Acho que, assim como o Obelix, ele caiu numa poção quando era filhote. Só que, ao contrário do Obelix que caiu numa poção mágica que dava força descomunal, o Joe caiu numa poção de Êxtase (provavelmente a mãe dele estava em uma Rave quando ele nasceu!) e a droga “tá batendo” até hoje! Ele simplesmente não pára quieto!
    Mas, realmente, a casa é outra com ele (hehe…há várias interpretações para essa frase!).

  4. Muito simpático. Com essa descrição, parece “alguém” que eu conheço, aqui por estas bandas, que sofre crises constantes de PCA, de manhã até à noite. Não pode ver um colo dando sopa…
    Beijão para você, carinho no Joe, boa noite, e até de repente!

    • Haha, então você sabe bem como são esses totós carentes, né? Haja colo. O Joe é pequeno, mas a gente já teve outros maiores, com o mesmo ‘problema’, e aí não era fácil! 🙂
      Mas bicho é tudo de bom, com ou sem PCA.
      bjk e inté!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s