Curtinhas

* Eu sei, eu sei, quem já sobreviveu à banda Carrapicho e à Angela Bismarchi atacando de cantora não deveria jamais arriscar novas investidas pelo universo do inusitado musical. Mas é mais forte do que eu e, né, tem sempre um amigo providencial pra me enviar um link de alguma coisa muito, digamos, curiosa que aparece por aí, de disco music finlandesa a irmã Sofia e sua viciante Armadilha de Satanás. Mas este vídeo peruano tem que ir pra minha lista de top hits de qualquer jeito. Um clássico. E se depois Israel resolver invadir o Peru pra tirar satisfações, olha, estarei aqui 100% solidária com a causa.

* A internet serve pra esse monte de bobagens divertidas, claro. Mas de vez em quando, de vez em quando mesmo, aparece um site que te faz acreditar que essa rede também serve pra espalhar um cadinho de delicadeza e sensibilidade nesse mundo. Quando isso acontece, a gente tem mais é que sair correndo pra contar pra todo mundo. Então, se você não quiser clicar em mais nenhum link no meu blog , não deixe passar este aqui, Days with my Father, um relato de fotos e textos feitos pelo fotógrafo inglês Phillip Toledano. Pra ser visto com muito carinho, bem devagar. Muito, muito lindo. (e obrigada às Fridas por terem compartilhado o link)

* Se fosse na Europa, onde qualquer vilarejo tem 800 anos, a notícia não daria o menor ibope. Mas cá na brasilândia, onde preservação de patrimônio é coisa de pouco tempo, é diferente: Ouro Preto sopra hoje 300 velinhas. Uma senhora que ainda guarda muitos encantos em suas ladeiras e casarões, esta é uma das minhas cidades favoritas de dia ou de noite.

* Já teve algum equipamento roubado? Está pensando em comprar algum de segunda mão? Então dê uma olhadinha neste site antes; ele fornece um cadastro de números de série de todo tipo de equipamento roubado. O serviço é gratuito.

* Esses cientistas são muito danadinhos mesmo. Descobriram, com o auxílio de exames de ressonância, a parte exata do cérebro encarregada de processar e compreender piadas. No futuro isso pode, por exemplo, ajudar a detectar atividade cerebral em pacientes em estado vegetativo (é claro que o problema vai ser decidir se uma eventual ausência de resposta do cérebro significa que o estado é irreversível ou se o caboclo é que não consegue entender humor mesmo…)

* Daquelas bobagens que divertem: você escreve uma frase neste site e ele vira o seu texto de cabeça pra baixo. Totalmente sem qualquer utilidade mas, né, ninguém resiste a uma tolice. 
¡oɯsǝɯ oʇsısǝɹ oãu ‘souǝɯ olǝd ‘nǝ

* Nunca é tarde, diria o senhor John Lowe. Esse senhorinho de 91 anos é o bailarino mais velho da Inglaterra. Enquanto isso, conheço gente com 1/4 da idade dele que não dá conta de ficar na ponta dos pés por mais do que alguns segundos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s