Eu e minha Copa América

A única explicação que eu posso te dar para estar no Estádio Nacional em Santiago naquele julho de 1991 é o poder de convencimento de um grupo. Estávamos na capital chilena para um congresso e alguém da organização se prontificou a conseguir ingressos para a emocionante peleja entre Brasil e Argentina, que aconteceria no dia seguinte. Em condições normais de temperatura e pressão haveria remotíssimas chances de você me ver num estádio de futebol, qualquer programa me pareceria bem mais interessante, mas é aquela história né, todo mundo estava indo, vamos também, Mônica e, pra falar a verdade nem me passaria pela cabeça perder a farra, onde quer que fosse, e mesmo se fosse uma Copa América.

Então lá estava eu na arquibancada do estádio Nacional com meu pára-águas aberto (estava chovendo e é claro que ninguém do grupo tinha levado guarda-chuva e é claro que tinha gente vendendo vários no portão e é claro que ele era uma peneira, chovia mais do lado de dentro do que de fora), pronta para torcer para o Brasil-sil-sil; ao meu lado, um bando de gringos ingleses e americanos solidários com a causa brasileira se encarregava de animar a minha torcida chué, notadamente discreta, quase imperceptível.

Para minha surpresa, as arquibancadas estavam lotadas – alguns brasileiros, vários argentinos e a presença maciça de chilenos uniformizados e embandeirados torcendo pra nós. Foi assim que eu descobri que pode até ser estereótipo e tudo o mais (adoro os meus amigos argentinos e sempre sou super bem recebida na Argentina, grande bobagem isso de ficar rotulando gente), mas a antipatia que os argentinos geram não é brincadeira, já tinha visto isso no Paraguai e vi depois no Uruguai também. Lá no Chile me disseram que o que havia de mais precioso no país era a Cordilheira dos Andes, ‘que mantinha os argentinos do outro lado’. Bobeira descomunal, claro, mas leva isso pra dentro do estádio pra você ver como a coisa fica feia…

E assim foi que teve jogo e eu mal me lembro do que rolou, a não ser que a Argentina ganhou com gol roubado (até eles admitiram depois!), teve briga, teve expulsão de não sei quantos jogadores de cada lado, e de repente eu achei tudo incrivelmente divertido, principalmente a seriedade com que meus amigos discutiam o resultado depois, como se tudo aquilo realmente tivesse alguma relevância. Na saída, ainda debaixo de chuva fina, os chilenos nos consolavam e perguntavam ‘¿qué pasó, Brasil?’) e a gente só ria. Dali fomos afogar nossa ‘tristeza’ em várias garrafas do bom vinho nacional e pronto, o desapontamento passou num minutinho.

Pensei em retribuir a gentileza dos chilenos daquela noite e torcer para o time deles contra a Venezuela. O problema, claro, é que eu nem me dei conta de que o jogo era ontem e só vi as manchetes no jornal de hoje. Bom, pelo menos não posso dizer que eu fui pé-frio. Mas lendo os comentários entusiasmados dos meus amigos venezuelanos na minha página do Facebook, fiquei aqui pensando que talvez até tenha sido melhor assim, pelo menos uma alegriazinha pra eles – yeah yeah, futebol é o ópio do povo, yadda yadda yadda, mas vamos deixar o pessoal se animar um cadinho, né gente? Afinal de contas, eles têm o Hugo Chávez, certo? A coisa por ali não tá fáceol.

Anúncios

6 respostas em “Eu e minha Copa América

    • Olha, eu também! Procê ter uma ideia, aproveitei o horário do jogo do Brasil ontem pra ir dar uma corridinha. Só fiquei sabendo do papelão bem mais tarde, na casa de amigos. Passo longe, mas essa realmente foi uma ocasião especial!

    • Obrigada, my dear!
      Sacanagem dos chilenos, né? Tenho ótimas lembranças da Argentina, acho que tem gente legal e chata no mundo inteiro, quem dera houvesse sempre uma cordilheira disponível pra manter os ‘malas’ do outro lado… 🙂
      E tenho ótimas lembranças do Chile também, um país lindíssimo e gente da melhor qualidade!
      bjk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s