Princesas e super-heróis

A Riley é pequenininha assim, mas já está indignada, e as mãozinhas gesticulando e o tom de voz não deixam a menor dúvida disso. Antes ela estava indignada só em inglês, aí uma alma boa e caridosa fez a gentileza de legendar o vídeo pra todo mundo se apaixonar mais ainda pela menininha. Porque a pergunta da Riley é extremamente pertinente: por que princesas para as meninas e super-heróis para os meninos? Por que tudo tem que vir em tons de rosa para as meninas, enquanto os meninos ficam com todas as outras cores? Por que bonecas para elas e bolas para eles? E se as meninas quiserem brincar com super-heróis e meninos com princesas, qual o problema? Riley deu um gás na minha fé nas menininhas que estão vindo por aí, tomara que existam muitas outras como ela espalhadas pelo mundo. E o pai fica lá filmando, talvez pensando ‘aiaiai, daqui a pouco ela vai querer saber por que estão elogiando a competência do menino, mas o charme da menina, vai questionar por que garotinhas estudam balé e garotinhos judô, por que as meninas crescem e ganham salários menores que os meninos, mesmo fazendo o mesmo trabalho…’ Manda ver, Riley, ninguém vai te dar as respostas a menos que você faça muitas perguntas. 
***


***

Anúncios

9 respostas em “Princesas e super-heróis

  1. A Riley mandou muito bem! Gostei da atitude dela. Hmmm, ou vai ser jornalista ou política quando crescer, será?

    Ei, Mônica, tenho quase certeza que vi, acho que não vi, muito pelo contrário, tenho quase certeza que estou em dúvida, mas teve alguma coisa sobre os maias aqui no Crônicas? Eu ri muito! Oi foi visage? (Eu recebo seus posts novos por e-mail).

    • haha, você não sonhou não, Marcus, é que o post estava programado pra entrar hoje, mas resolvi postar a menininha primeiro. Mas preocupa não que ele volta, já foi reprogramado! Eu também achei ótimo… 🙂
      Riley vai ser jornalista, política, cientista, engenheira, médica… Essa aí promete e acho que ninguém vai conseguir segurá-la!

    • Pois é, viu como o pai ficou sem resposta, né… Na dúvida, devolveu as perguntas pra ela (né não, é legal isso de devolver as perguntas pras próprias crianças responderem, eu faço isso o tempo todo com meus alunos e eles ficam doidinhos, mas no final se saem super bem). A Riley ainda vai dar muito trabalho, no bom sentido!
      bjk

  2. que linda! uma mini-feminista… embora ela nem saiba que jah eh feminista 😀
    beijukkkas e que seu natal tenha sido feliz e que o ANoNovo seja 10! 😀

    • ‘Brigada, Jux! Que o seu 2012 seja bomdimaisdaconta também!
      A Riley é mesmo lindinha. A indignação dela dá vontade de rir de tanta fofura, mas ela está certíssima. A galera do marketing vai ter que sair correndo atrás, se as Rileys começarem realmente a botar banca. Quando eu era pequena não era assim tão óbvia a questão do rosa, embora a divisão ‘panelinhas para elas, carrinhos para eles’ venha de longa data. Mas eu entrava na onda dos meninos, porque era a única menina no meio de um monte de garotos…
      bjk

  3. Perfeitas colocações da menina! Mas, enfim, o quanto nós, adultos- pais, tios, professores, etc – perpetuamos esta cultura? Sim, pois por um bom tempo os pequenos nada mais fazem do que copiar ações dos que os rodeiam… Até que ponto, continuamos nos percebendo como princesa – que queimaram sutiãs, sem dúvida – e permanecemos nos comportando a espera do tal príncipe? Ou fugindo dele a medida em que nos aventuramos de forma saudável com inúmeros caras? Será isso liberdade ou fuga de nossa porção mulherzinha! Um abraço e gostei daqui.

    • E é mesmo, nós (adultos) somos os primeiros a perpetuar a história, muitas vezes até sem percebermos – na escolha das cores, das roupas, dos brinquedos, na hora de estabelecer o que é ‘adequado’ para uma menina ou para um menino, nas nossas próprias atitudes, crenças e pre-conceitos. De vez em quando tem que aparecer uma Riley pra dar aquela sacudida na nossa vida. Ela nem sabe disso, mas garotinhas como ela são absolutamente indispensáveis no mundo de hoje…
      Obrigada pela visita e apareça sempre!
      abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s