Falha na comunicação

“Como podemos nos entender, senhor, se nas palavras que digo coloco o sentido e o valor das coisas como se encontram dentro de mim; enquanto quem as escuta inevitavelmente as assume com o sentido e o valor que têm para si, do mundo que tem dentro de si?”

(Luigi Pirandello – Seis Personagens à Procura de um Autor)
***

Anúncios

8 respostas em “Falha na comunicação

  1. Monica, muito bom…
    “…enquanto quem as escuta inevitavelmente as assume com o sentido e o valor que têm para si, do mundo que tem dentro de si?” Luigi Pirandello

    É, existem as verdades universais, subjetivas psico-filosóficas, ou seja:
    ontológicas, e as pragmáticas, o ser humano,
    enquanto indivíduo, lógico, é ímpar; nossa cosmovisão
    é algo plural assim como nossas vivências, até podemos concordar em alguns fatos,
    mas sempre neles haverão de estar inclusos algo do nosso EU.
    Isto sem contarmos com pessoas que de fato não têm referências com a ética,
    e distorcem voluntariamente aquilo que ouvem.
    E o outro… enquanto isto, aguarda uma concordância obcessiva!
    Sabe? é um tema de tal delicadeza e ao mesmo tempo relevância,
    (ver abaixo)
    que temos duas opções: calar ou falar como quem tomou chá de chocalho!!!

    Deixo aqui para reflexão paralela ao tema, alguns pequenos trechos:

    “Todo mundo quer aprender a falar. Ninguém quer aprender a ouvir.
    Pensei em oferecer um curso de escutatória.
    Mas acho que ninguém vai se matricular.
    Escutar é complicado e sutil. Diz o Alberto Caeiro.”(heterônimo de Fernando Pessoa)

    “O longo silêncio quer dizer:
    Estou ‘ponderando cuidadosamente’ tudo aquilo que você falou.”

    “Não basta o silêncio de fora. É preciso silêncio dentro. Ausência de pensamentos.
    Os pianistas, antes de iniciarem o concerto, diante do piano, ficam assentados em silêncio, como se estivessem orando. Não rezando. Reza é falatório para não ouvir.
    Orando. Abrindo vazios de silêncio. Expulsando todas as idéias estranhas.”

    Trechos de “Escutatória”, por Rubem Alves
    Grande abraço.

    • Esse negócio de aprender a ouvir e falar é um troço sério. Os árabes têm um ditado que dia que a gente tem dois ouvidos e só uma boca pra ouvir duas vezes mais do que fala…

  2. se nos lembrássemos disso constantemente, evitaríamos tantos mal entendidos..
    é como já sabemos ” vemos a realidade como somos e não como realmente é ” ou, to mando as palavras de Dali Lama “Podemos, portanto, afirmar que o mundo, tal como o vemos, na qualidade de ser humano, é um reflexo das experiências cármicas que a nossa consciência atravessou ao longo das nossas inúmeras vidas.”

    bjs
    ana

    • O Pirandello tem uma outra peça ótima – ‘Assim É, se lhe Parece’, que fala exatamente da impossibilidade de se saber a completa verdade, porque ela vem sempre tingida com as nossas cores…
      bjk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s