Clique primeiro, pense depois

Acontece o tempo todo. Eu mesmo já saí pedindo pra um monte de gente para eles pararem de ficar alimentando gremlins e multiplicando notícias falsas, mas tudo indica que a vontade de exercer sua estupefação ganha de dez a zero da predisposição em exibir um mínimo de bom senso. Pelo que tenho visto por aí, a rapidez com que o impulso cerebral chega à ponta do dedo indicador (e, claro, ao clique do mouse) é infinitamente maior do que a velocidade de processamento da informação, por mais estapafúrdia que a história possa parecer. Não adianta a gente argumentar que não, Mark Zuckerberg não está bravo com os usuários brasileiros e a ‘orkutização do Facebook’, e que na verdade ele deve estar pouco se lixando para isso, desde que as pessoas continuem a curtir e compartilhar para aumentar o tráfego virtual (e o fluxo de dólares para sua conta bancária). A gente pode mandar o link que mostra que aquela história do casal que resolveu batizar o filho com o nome de Facebookson foi só uma brincadeira do Sensacionalista, pode alertar mil vezes que o Serasa e a Receita Federal não te enviam e-mails dizendo que você está em apuros com o fisco, a Microsoft não está salvando criancinhas com câncer se você reenviar um email (cada email = 1 centavo de dólar), você realmente não tem nenhum parente distante que morreu num acidente de carro ou avião na Nigéria e te deixou uma herança caprichada, o governo não acabou com o 13o salário, o Bradesco não te mandou nenhuma notificação (pensa com carinho, você nem tem conta lá!), esse link para as fotos do churrasco é uma cilada, você não vai a churrasco algum já faz bem tempo. Mas se o assunto aguça a curiosidade ou pode gerar uma polêmica daquelas, muita gente prefere espalhar o boato antes e só depois parar pra pensar se aquilo ali faz algum sentido. Até o nobre deputado caiu no conto da notícia falsa e, mesmo se desculpando pouco depois pelo mico (será que esse senhorinho não tem um único assessor disponível para conferir a veracidade das informações?), sua ‘indignação’ foi perpetuada pelas brincadeiras dos internautas que, obviamente, jamais deixariam a bola quicando na área sem chutar pro gol. E eu imagino que a situação deva ficar mais complicada daqui pra frente, porque o negócio hoje em dia é ser o primeiro a divulgar a história. Depois, se for o caso, e com sorte, alguém um pouco mais desconfiado vai levantar a lebre. Até isso acontecer, a gente vai ter mesmo que aguentar a enxurrada de bobagens..

Anúncios

8 respostas em “Clique primeiro, pense depois

  1. e eu perdi toda essa polêmica ontem com uma idazinha ao cinema hahaha mas o que tem de gente que repassa Sensacionalistas (aquela do spray de exorcismo rodooou o face tb) ou G17 eh impressionante!

    • ah, mas um cinema sempre é um programa melhor do que essas polêmicas de fogo de palha de twitter e similares! Incrível é que, se a pessoa ler com um pouquinho de cuidado, vai ver que a história não bate. E a turma nem repassa na base da pergunta, tipo ‘o que é isso que eu achei aqui?’ Nada disso, já compartilha como se fosse verídico… 🙂

  2. acho que a que mais fez vítimas foi o mail do “vc está sendo traído”… pensa, os ciumentos de plantão…
    agora, esse pessoal fica perdendo tempo por aí e não dá bola pra notícias realmente importantes, fenomenais (literalmente), como essa:

    http://www.clicrbs.com.br/anoticia/jsp/default.jspuf=2&local=18&section=Geral&newsID=a3749787.xml

    que aconteceu aqui pertinho, Joinville… gente, isso foi um dia depois que se ouviu uma explosão seguida de 4 tremores de terra… a defesa civil não identificou a causa da explosão… alguém tem dúvida de que são os ets chegando????????????

    • Curiosity killed the cat, né não? 🙂
      Mas o link pra notícia deu em página não existente, será que tá certinho? Vai ver tá faltando alguma letrinha.
      Os ETs estão chegando, eu já estou com a malinha pronta pra quando a Nave-Mãe resolver dar as caras…

    • Ah, agora sim! Olha, eu, como boa ‘acompanhadora’ do Arquivo X, não duvido de mais nada nesse mundo. Pode ser uma nuvem. Pode ser um ET. Pode ser a Nave-Mãe vindo buscar. Do jeito que as coisas anda… 🙂

  3. A de Mark Zuckerberg bravo com os usuarios brasileiros eu compartilhei e ja sabendo que era falso, pq quando li vi logo a origem, mas não resisti a ver algumas pessoas bravinhas e outras tantas concordando com o que ele tinha ‘dito’ e alegando que o brasileiro ta destruindo o Facebook e transformando o face em Orkut, isso dito por brasileiros, kkkk Comedia demais.

    Beijo

    • Luciana, que maldade!!!! 😀
      Mas realmente foi engraçado o povo gastando uma energia absurda com uma notícia falsa. O problema é que na hora de realmente se indignar com o que tá errado, galera relaxa… bjk!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s