Meninas de Sinhá

Conheci as Meninas de Sinhá há vários anos, numa apresentação durante uma feira de artesanato e cultura aqui nas montanhas. E me apaixonei. Me encantei com o sorriso largo dessas senhourinhas lindas, as cantigas de roda que eu às vezes ouvia minha avó cantar, as danças e brincadeiras de rua que hoje pouca criança conhece – porque criança de hoje dança funk, vai ao xópincenter e joga videogame. A história delas eu até poderia contar, mas muito melhor que eu é ouvir a Valdete (gente, e como a Valdete fala bonito!) falando sobre como ela começou o grupo, uma simplicidade e sabedoria que, francamente, andam meio raras por aí, mas que grazadeus a gente ainda encontra de quando em vez, pra nos dar aquele soprinho de esperança e achar que, quem sabe, o cerumano até tem jeito sim. Elas já ganharam prêmios, viajaram por aí, gravaram CD e tudo, e continuam com essa alegria toda, uma alegria que as circunstâncias de suas vidas poderiam tranquilamente ter-lhes roubado. E as Meninas vão estar amanhã no TEDx-Belo Horizonte, e quem aparecer por lá certamente também vai se emocionar com a beleza e a importância enorme do trabalho dessas senhorinhas maravilhosas.
***

Anúncios

4 respostas em “Meninas de Sinhá

  1. É isto aí, conseguem extrair alegria, mesmo nas adversidades.
    Disseminam cultura, melhoram a auto-estima.
    São EXEMPLO de que pobreza e simplicidade não impedem a cultura caminhar.
    Nota-se que se expressam com segurança, fazendo bem o seu papel,
    onde quer que estejam. Parabéns!
    Se muitas comunidades procurassem um canal de arte para se conduzirem,
    não estararíamos sendo testemunhas de tanta violência e falcatruas!
    A principal riqueza de uma nação, é o seu próprio povo!

    • Sem dúvida, Vanilda. E pra quem não conhece BH, o aglomerado Alto Vera Cruz é uma região de grande pobreza e com altos índices de violência, problemas com drogas, etc. Ver essas mulheres fazendo um trabalho tão bonito (e multiplicando, nos projetos com crianças, por exemplo), a gente vê que sempre dá pra fazer alguma coisa, né? abraço!

  2. O que leva mulheres como essa a fazerem um trabalho tão bonito e digno. Talves esse trabalho faça bem a elas mesmas e talvez seja o amor o imenso amor que elas trazem dentro de si que estravasa dessa forma.
    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s