Claro/escuro

Quando eu era pequena, meu pai costumava me contar uma historinha. Um moço tá ajoelhado na calçada, bem debaixo de um poste, parecendo que está procurando alguma coisa. Vem um outro moço e pergunta se pode ajudar, o primeiro fica muito agradecido, ‘é que eu perdi a chave da minha casa e não tem ninguém lá, sem ela eu não entro.’  Ficam então os dois de quatro vasculhando o passeio bem uns dez minutos, ali debaixo do poste que iluminava a rua. Depois de um tempo o assistente resolve perguntar: ‘Mas você tem certeza que perdeu essa chave aqui? Porque, olha, não consigo encontrar de jeito nenhum.’ Responde o primeiro: ‘Ah, não, eu perdi a chave foi ali perto daquela moita, mas é que ali está muito escuro, não dá pra enxergar nada, então vim procurar aqui debaixo do poste, onde tem luz.’

Eu achava muita graça dessa piadinha boba, o absurdo da coisa toda. Muitos anos depois foi que eu atinei que essa história é bem uma metáfora pra um bocado de coisa na vida da gente. Estamos sempre ajoelhados procurando debaixo do poste, onde está mais claro, mas o que queremos tá mesmo é ali no escurinho, no meio da moita. Mas é que dá muito mais trabalho procurar por lá.

9 respostas em “Claro/escuro

  1. Pois é, respostas pra certas perguntas a gente tem ir buscar lá nos recônditos mais escuros/obscuros do nosso ser. Núú, filosofei. Mas é a verdade. Não passava por aqui faz um tempão… Ainda bem que vi a chamada do post no Facebook, senão…

  2. Quanto ensinamento em curto tempo… maravilha!
    Bom retorno, Monica!

    Esta ‘historinha’ tem o ‘valor’ de uma fábula, que ao contrário do que algumas pessoas confundem, não tem nada a ver com contos de fadas, muitas são direcionadas
    a raciocínios evoluídos dos adultos, apesar da aparente sutileza.
    Acima, temos uma que mostra ‘a teimosia e o medo do ser humano’ de se confrontar
    com a realidade, perde taaanto tempo, e leva a vida se enganando!
    Parabéns por este despertar!!!
    Bisous!

    • Que bom, Lívia, eu ando meio sumidinha nos últimos tempos, uma correria sem fim, mas tou tentando me programar pra não ficar tanto tempo sem dar um alô mais demorado. Obrigada por estar sempre presente!🙂
      bjk

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s