Madeeeeira

Era uma árvore linda (atentem ao tempo verbal, por gentileza), bem na frente do número 332, o tronco todo emaranhado e retorcido e as folhas enormes por todo lado. Não sei quantos anos tinha, mas certamente era muito antiga. Parece que a desculpa dada pela Cemig foi que ela estava atrapalhando a fiação, o que é uma injustiça enorme – a árvore já devia estar ali naquele lugar muitos e muitos e muitos anos antes daqueles fios de eletricidade entrarem na história (fios esses que já deveriam ser subterrâneos há muito tempo mas, né, como bem lembrou o Nelson, abrir buraco no asfalto pra enterrar fiação não dá voto). Vai daí que, faltando uns poucos dias para o Dia da Árvore, o fim do inverno e o início glorioso da primavera, os moços chegaram de motoserra à tiracolo e lá se foi a árvore. Aquele abraço então para o Departamento de Parques e Jardins e/ou Secretaria de Meio Ambiente ou sei-lá-quem-deu-a-autorização e também pra turma da Cemig, que acha que a solução para esses casos é dar uma de Rainha de Copas e sair cortando cabeças. Olha, cês tão de parabéns, o troféu Sem-Noção deu empate técnico.

10 respostas em “Madeeeeira

  1. Nojo dessa gente. A imbecilidade humana não tem limites. Aqui existia num terreno que serve de estacionamento, um jasmineiro do cabo, antigo, floridíssimo, perfumava a rua. Ao lado abriu uma loja da Unidas, essa que aluga carros. Para que a árvore não “atrapalhasse” o letreiro da Unidas eles cortaram a árvore invadindo o terreno que não lhes pertencia! Eu reclamei, escrevi para todo mundo. Ficaram de plantar no lugar outra árvore de igual porte e tipo. Plantaram um arbustinho. Dias depois eu, toda feliz, vi que o toco da árvore estava nascendo, cheia de brotos!🙂 Eles foram lá e arrancaram o toco para não crescer nada…
    Sei não, viu? Acho que está mais do que na hora de Deus, ou quem for o responsável por essa humanidade que não deu certo, mandar um raio e começar tudo de novo. Arre!

    • Meu pai dizia que gente assim pertence a categoria de ‘besta esférica’. Bestas quadradas são ‘menos bestas’ nas pontinhas dos quadrados. Já as esféricas são bestas por igual, não importa o ângulo…
      Tamos aí no aguardo da Nave-Mãe, mas tou achando que nem ela tá mais muito interessada em passar por aqui, viu…
      bjk

  2. E os comandantes dela são bobos???
    duvido que gravitem em torno do nosso planeta! bye para os ufólogos!
    os verdinhos ou o que quer que sejam, já conhecem por demais os humanos!
    Abraços.

  3. Mônica, há uns meses serraram, definitivamente, a árvore que tinha em frente à casa da minha mãe, há anos. Um exemplar lindo, nunca soubemos seu nome (coisa feia!), mas ela estava totalmente apodrecida por dentro, parecendo totalmente sadia por fora. Um belo dia caiu um grande galho, atingindo a grade da casa e o telhado do vizinho (caiu na diagonal), arrebentou fios, foi estudada uns dias antes e depois chegaram os moços para serrá-la, num processo que durou mais de um dia. Quer dizer, às vezes é necessário mesmo retirar a árvore. Embora não doa menos.

    • É verdade, Lúcia, e aqui em BH muitas árvores estão nessa situação. O que é muito triste também, parece que é mais fácil deixar a árvore ficar num estado irreversível para então dizer ‘ah, vamos ter que cortar…´

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s