Sem mimimi

Daí que uma bela hora todo Super Homem tem seu dia de kriptonita e sou acometida de uma avassaladora e inexplicável (bem, nem tão inexplicável assim, estou realmente precisando de férias) crise de mimimi-ninguém-me-ama-ninguém-me-quer. E, como soe acontecer (minha mãe adorava a expressão), nesses momentos a gente fica absurdamente insuportável até pra gente mesma, modosque é de bom alvitre manter uma distância segura dos outros que, afinal de contas, não têm nada que ver com a nossa rabugice e não têm a menor obrigação de nos aturar. Exatamente o que fiz, para melhores resultados.

Daí que leio nos jornais sobre o temporal que desabou na Argentina e deixou La Plata debaixo d’água, 350 mil pessoas afetadas diretamente pelas inundações. Envio uma mensagem para uma amiga argentina muito querida que mora lá e, dias depois, ela me manda um alô. Tudo bem com ela e a família, mas eles perderam tudo. A casa ainda está de pé, mas foram-se os móveis, as roupas, os utensílios, documentos, fotos, equipamentos; faça a lista, foi tudo. Com sorte, vão conseguir recuperar alguma coisa ao longo do tempo, e agora vem aquela fase longa e tediosa de tirar nova via dos documentos, consertar o que tem conserto, jogar fora o que não tem, conseguir ajuda oficial, retomar a vida.

Daí que eu enfiei a viola no saco e tomei tento, que mimimi tem hora e limite, boralá que PCA (Puta Carência Afetiva) tem data de validade. Não é a primeira vez que o Chefe lá em cima me dá uma lambada dessas pra ver se eu aprendo. Eu devo estar precisando fazer mais exercícios de fixação.

5 respostas em “Sem mimimi

  1. Se até Jesus teve os seus dias de agonia e dilema, e se até Deus descansou no…hummm (sétimo dia?) entao quem somos nós para nao termos um “mimimi” de vez em quando?!?!

    • Eu espero que Deus tenha descansado mesmo no sétimo dia, porque se for no sétimo ano, eu tou perdida… 🙂
      Mas é, um mimimi esporádico ainda vai. A gente só tem que tomar cuidado pra ele não render mais do que deve, né…
      bjk

  2. Gostei muito, do modo como escreveu, nos dá um alívio,
    seguir atalhos, muitas vezes é preciso!

    Penso nos que sofrem intensamente, mais que eu possa sofrer,
    e isto me deixa em melancolia, preocupação,
    oro para que tudo se atenue, ao menos!

    São comuns na sociedade em geral ‘exigências’
    para que sempre nos comparemos com o outro?
    Resignação… sublimação… humildade..
    .
    Será egoísmo dar atenção a nós mesmos?
    Alguém (cerumano), vem desatar nossos nós?
    Por que a transferência imediata de atenção –
    tirar o foco, diminui a nossa dor?
    Reconheço entretanto que devemos tentar melhorar,
    contudo sem nos dar um prazo, tudo deve ser maturado o suficiente,
    para nos livrarmos daquilo que nos incomoda!
    Para alguns, o processo de cura será mais longo e penoso do que para outros.

    São apenas questionamentos…

    Sem apologia ao sofrimento lógico, mas tempo é importante,
    se pularmos fases, etapas de nossas vivências,
    lá na frente os ônus serão maiores!

    Só podemos curar um sofrimento levando-o às últimas consequências.
    marcel proust

    Bom também depende da natureza daquilo que nos incomoda!
    Entendo que você se referiu a ‘questões passageiras’, as oscilações que temos,
    e neste aspecto, vale o que você disse!

    ‘Ótimo lembrar’ que precisamos exercer a solidariedade com o próximo!!!

    Abração

    • É isso mesmo, Vanilda. A gente tem que se dar o tempo de um chorinho aqui, um sofrimentozinho ali. Não pode é exagerar, porque aí a tristeza senta praça. Mas é também importante colocar as coisas em perspectiva e ver que todo mundo tem seus problemas, e que muitos deles são problemas grandões, de verdade, enquanto que os nossos muitas vezes são só problemnhas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s