curtinhas

* Sêo Renan diz que não paga. Diz que tá  no direito dele e que dar um pulinho ali em Porto Seguro pra tomar champã no casamento faz parte das atribuições de presidente do Senado deste patropi abençoado por Deus e bonito por natureza. Olha. Não sei como funcionam os trâmites nesses casos, porque nunca tive acesso ao manual de etiqueta da Corte, mas sei que alguém precisa explicar bem desenhado a esse senhorinho, urgentemente, rapidinho, tipo pra ontem, a diferença básica entre PODER fazer uma coisa e DEVER fazer essa coisa. É facinho, sêo Renan, eu aprendi quando ainda era bem pequena. Aliás, parece que a dica vai servir também pro sêo Joaquim Barbosa e pros outros que andaram pegando carona em avião da FAB pra ver a seleção jogar.

* Almodóvar fez coisas muito muito bacanas, tipo Tudo Sobre Minha Mãe e Fale Com Ela. Fez também ótimas comédias, das porralôka tipo Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos às mais controladas (para níveis Almodóvar-de-controle) como Volver. Mas esse Amantes Passageiros eu achei bem fraquinho, viu, tipo pra cumprir tabela mesmo. Uma pena.

* A pequena me pergunta:
– Sabe por que colocaram uma cama elástica no Polo Norte?
– Sei não, meu bem. Por que?
– Pro urso ‘polar’.
E ela riu e riu e riu e eu ri junto. Ah, as delícias de se ouvir uma piadinha inocente nesse mar de reclamações que virou a vida da gente…

* Diálogo ao telefone:
ELA – Tá vendo o jogo?
EU – Dei uma olhada, mas fiquei morrendo de dó dos moços correndo de um lado pra outro às duas da tarde nesse calorão de Salvador. Aí parei.
ELA – Esse escrete do Uruguai tem um jogador que é um pão.
EU – Fia, ninguém mais nesse mundo fala escrete, é time. E não é um pão, é um gato.
ELA – Cascateira, é claro que fala!
EU – Muito menos cascateira!
Você até pode tentar correr. Mas uma bela hora os anos 60 te alcançam.

* Pessoas que falam de si mesmas na terceira pessoa do singular. Olha. A menos que você seja o grande Dadá Maravilha, faça isso não.

* Deu no jornal que o papa Francisco aderiu ao modelito eco e mandou providenciar uma bicicleta para circular mais livremente. Papa Francisco não deve ter pedalado de batina pelaí com muita frequência pra ver que a coisa é meio complicada mas, né, vamos aguardar o desenrolar dos fatos. Resta saber se vão fazer que nem com o papamóvel e dar um nome pra magrela. O Murilo sugeriu três: papacleta, papabike e o meu favorito, bicichico.

* A voz na cancela do xópin: “Agradecemos sua visita.” Visita? Gastei dinheiro, paguei uma grana de estacionamento e não fui contemplada nem com um xicrinha de café com biscoito. Bela porcaria de anfitrião, viu…

* A primeira vez. Ela nunca foi tão fofa quanto nessas imagens aqui.

* Eu tou começando a achar que a presidentA vai ter que propor um plebiscito pra saber se o pessoal concorda com o plebiscito… Olha. Stanislaw Ponte Preta era um baita de um otimista.

* Claro que a gente já ouviu militrocentas vezes que aqui no Brasil se fala espanhol. Mas que a nossa língua oficial era o italiano, acho que foi a primeira vez. Pra ver que lá em Down Under os jornalistas podem ser ruins de geografia e conhecimentos que nem os daqui. Ducaráleo.
***

8 respostas em “curtinhas

    • Acho que atraio bobagem, my dear, porque é só alguém achar alguma aqui pela internêta, que imediatamente ela me é enviada, geralmente com um bilhetinho do tipo ‘isso é a sua cara!’… 🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s